Didática freiriana dos professores nos cursos de licenciatura de uma universidade comunitária

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18227/2675-3294repi.v1i0.6679

Palavras-chave:

Didática freiriana, Licenciatura, Formação de professores, Paulo Freire

Resumo

O presente artigo revela, a partir das falas dos professores dos cursos de licenciatura de uma universidade comunitária, na região sul do Brasil, a aderência de sua práxis pedagógica à didática freiriana. A base epistêmico-metodológica da pesquisa é a didática freiriana e as falas dos professores foram interpretadas a partir da análise de conteúdo. Os resultados apontam para uma identidade da práxis dos professores entrevistados com a didática freiriana, embora muitas vezes de forma não intencional, mas sempre conectando práticas críticas às suas ações pedagógicas freirianas. Conclui-se o estudo com considerações indicativas para a formação de professores na perspectiva da didática freiriana, tendo como base o diálogo, a pausa pedagógica, o contexto concreto das práticas e novas relações educador-educando.


THE FREIREAN DIDACTICS OF PROFESSORS IN THE LICENTIATE DEGREE COURSES OF A COMMUNITY UNIVERSITY


This article reveals, from professors’ speeches of the licentiate degree courses at a community university, in the southern region of Brazil, the adherence of their pedagogical praxis to Freirean didactics. The epistemic-methodological basis of the research is the Freirean didactics and the professors’ speeches were interpreted from the content analysis. The results point to a praxis identity of the professors interviewed with Freirean didactics, although often unintentionally, but always connecting critical practices to their Freirean pedagogical actions. The study is concluded with indicative considerations for the professor training from the Freirean didactics’ perspective, based on dialogue, pedagogical pause, the concrete context of practices and new educator-student relationships.

KEYWORDS: Freirean didactics; Licentiate Degree; Professor training; Paulo Freire.

 

DIDÁCTICA FREIRINA DE LOS MAESTROS EN LOS CURSOS DE GRADUACIÓN EN UNA UNIVERSIDAD COMUNITARIA

Este artículo revela, a partir de los discursos de los maestros de los cursos de graduación en una universidad comunitaria, en la región sur de Brasil, la adhesión de su praxis pedagógica a la didáctica freiriana. La base epistémica-metodológica de la investigación es la didáctica freiriana y los discursos de los profesores se interpretaron a partir del análisis de contenido. Los resultados apuntan a una identidad de la praxis de los maestros entrevistados con la didáctica freiriana, aunque a menudo de manera no intencional, pero siempre conectando prácticas críticas con sus acciones pedagógicas freirianas. El estudio concluye con consideraciones indicativas para la formación del profesorado desde la perspectiva de la didáctica freiriana, basada en el diálogo, la pausa pedagógica, el contexto concreto de las prácticas y las nuevas relaciones educador-alumno.

PALABRAS CLAVE: Didáctica freiriana; Graduación; Formación de maestros; Paulo Freire.

Biografia do Autor

Carolayne Paulina Pizzinatto, Graduada em Pedagogia pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó - Uno-chapecó

Graduada em Pedagogia pela Universidade Comunitária da Região de Chapecó - Unochapecó.

Ivo Dickmann, Professor no Mestrado em Educação e do Mestrado e Doutorado em Ciências da Saúde da Universidade Comunitária da Região de Chapecó - Unochapecó

Professor Titular do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde - Unochapecó. Pós-doutor em Educação (Uninove, 2017-2018). Doutor em Educação pela Universidade Federal do Paraná (UFPR, 2011-2015). Mestre em Educação pela Universidade Federal do Paraná (UFPR, 2008-2010). Bacharel em Filosofia pelo Instituto Superior de Filosofia Berthier (IFIBE, 2005-2007). Principal foco de atuação e pesquisa: Educação (perspectiva crítica e libertadora), Educação Ambiental (formação de educadores ambientais, ambientalização curricular, educação ambiental freiriana escolar e Pedagogia do Meio Ambiente Oprimido), Educação Popular (metodologia e epistemologia de Paulo Freire) e Universidades Comunitárias. Líder do Palavração - Grupo de Pesquisa em Educação. Entre as principais obras publicadas estão artigos em revistas científicas e os livros: Primeiras Palavras em Paulo Freire (2008; 2016; 2019), Pedagogia da Memória (2017), Dinâmicas Pedagógicas (2017), Educação Ambiental na América Latina (2018), 365 dias com Paulo Freire (2019).

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Martins Fontes, 1977.

BARRETO, Vera. Paulo Freire para educadores. São Paulo: Arte e Ciência, 1998.

BRANDT, Alessandra Graziele.; MARTINI, Lucas. A didática freiriana na formação inicial de professores. Poiésis Pedagógica, v. 16, n. 2, p. 67-81, 21 jan. 2019. DOI: https://doi.org/10.5216/rpp.v16i2.56221

BRUTSCHER, Volmir José. Educação e conhecimento em Paulo Freire. Passo Fun-do: IFIBE; Instituto Paulo Freire, 2005.

DICKMANN, Ivo. Pedagogias do bem-viver: breve ensaio sobre as contribuições de Paulo Freire. In: CAOVILLA, Maria Aparecida; MACHADO, Lucas; CANZI, Idir. (Orgs.). Constitucionalismo, Direitos Humanos, Justiça e Cidadania na América Latina. São Leopoldo: Karywa, 2018.

DICKMANN, Ivo; DICKMANN, Ivanio. Didática Freiriana: reinventando Paulo Freire. Educere et educare, Cascavel, v. 13, n. 28, maio/ago. 2018. DOI: https://doi.org/10.17648/educare.v13i28.18076

FEITOSA, Sônia Couto Souza. Método Paulo Freire: a reinvenção de um legado. 2 ed. Brasília: Líber Livro, 2011.

FREIRE, Ana Maria de Araújo. Pedagogia da libertação em Paulo Freire. 2. ed. rev. Rio de Janeiro: Paz e Terra. 2017.

FREIRE, Ana Maria de Araújo. Paulo Freire: Uma história de vida. São Paulo: Villa das Letras, 2006.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 41. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2017.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. 54. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2016.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 37. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2003.

GADOTTI, Moacir. Convite à Leitura de Paulo Freire. São Paulo: Scipione. 1989.

MONTESANTI, Beatriz. Paulo Freire é o terceiro pensador mais citado em traba-lhos pelo mundo. Publicado em 04 jun. 2016. Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2016/06/04/Paulo-Freire-%C3%A9-o-terceiro-pensador-mais-citado-em-trabalhos-pelo-mundo Acesso em: 15 set. 2020.

NARODOWSKI, Mariano. Después de clase: desencantos y desafíos de la escuela actual. Buenos Aires: Novedades Educativas, 1999. (Colección educausa).

OLIVEIRA, Mariana Felício Silva de, GUIMARÃES, Célia Maria. Contributos da pedagogia de Paulo Freire à formação de professores. Paraná. PUCPR (EDUCERE). 2015.

SANTOS, Jorge Alejandro. Aportes para una pedagogía crítica nuestroamericana: identificando el núcleo conceptual del pensamiento político-pedagógico de Paulo Frei-re. Revista Pedagógica, Chapecó, v. 19, n. 41, p. 80-95, maio. /ago. 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.22196/rp.v19i41.3801

SOUZA, Ana Inês (Org.). Paulo Freire, vida e obra. São Paulo: Expressão Popular, 2001.

Downloads

Publicado

25/11/2020

Edição

Seção

Edição temática - Paulo Freire