Pelas veredas da transformação social: aproximações entre o pensamento freiriano e as ações culturais do Movimento Cultural Apuí

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18227/2675-3294repi.v1i0.6697

Palavras-chave:

Transformação Cultural, Educação Não-Formal, Gênero, Migração, Alimentação Saudável

Resumo

Nosso objetivo neste artigo é fazer algumas aproximações entre as ações culturais desenvolvidas no movimento cultural apuí em Boa Vista (RR) e o pensamento freiriano no tocante a busca de transformação social. Optamos pela Pesquisa Ação Participante para delinear nosso processo reflexivo em razão de sermos agentes culturais/pesquisadores. Baseados em nossas experiências e registros abrimos um diálogo com a obra de Paulo Freire. Iniciamos fazendo alguns apontamentos gerais sobre esta concepção metodológica para em seguida trazermos informações sobre o contexto migratório em Roraima e uma breve descrição do movimento cultural apuí. Selecionamos três ações culturais realizadas no âmbito do movimento realizadas no período de 2019-2020: português de acolhimento, oficina de gênero e círculos de estudo sobre alimentação saudável.  Estabelecemos como fio condutor para a reflexão a transformação social, a nosso ver um eixo teórico-prático presente no pensamento freiriano e nas ações do movimento. Na parte final do artigo abordamos de uma forma mais conceitual a questão da transformação social.


A LO LARGO DE LOS CAMINOS DE LA TRANSFORMACIÓN SOCIAL: ACERCAMIENTOS ENTRE EL PENSAMIENTO FREIRIANO Y LAS ACCIONES CULTURALES DEL MOVIMIENTO CULTURAL APUÍ

Nuestro objetivo en este artículo es hacer algunas aproximaciones entre las acciones culturales desarrolladas en el movimiento cultural apuí y el pensamiento freiriano en torno a la búsqueda de la transformación social. Optamos por la Investigación Acción Participante para delinear nuestro proceso de reflexión porque somos agentes culturales/investigadores. A partir de nuestras experiencias y registros, abrimos un diálogo con la obra de Paulo Freire. Empezamos haciendo algunos apuntes generales sobre esta concepción metodológica para luego traer información sobre el contexto migratorio en Roraima y una breve descripción del movimiento cultural apuí. Seleccionamos tres acciones culturales realizadas en el ámbito del movimiento realizado en el período 2019-2020: portugués de acolchamiento, taller de género y círculos de estudio sobre alimentación saludable. Establecimos como línea conductora de las reflexiones la transformación social, a nuestro juicio un eje teórico-práctico presente en el pensamiento freiriano y en las acciones del movimiento. En la parte final del artículo, abordamos la cuestión de la transformación social de una manera más conceptual.

PALABRAS CLAVES: Transformación Cultural; Educación No Formal; Género; Migración; Alimentación Saludable.

 

SOCIAL TRANSFORMATION WAYS: APPROXIMATIONS BETWEEN FREIREAN THOUGHT AND THE CULTURAL ACTIONS OF THE APUÍ CULTURAL MOVEMENT

The article objective is the approximation between cultural actions developed in the Apuí cultural movement in Boa Vista (RR) and the Freirean thought regarding the search for social transformation. We opted for the Participant Action Research to outline our reflective process because we are cultural agents / researchers. Based on our experiences and records, we opened a dialogue with the Paulo Freire’s work. We started by making some general notes on this methodological conception in order to bring information about the migratory context in Roraima and a brief description of the apuí cultural movement. We selected three cultural actions carried out within the scope of the movement developed in the period of 2019-2020: welcoming Portuguese, gender workshop and study circles on healthy eating. We established the social transformation as a guiding thread for reflection, in our view a theoretical-practical axis present in the Freirean thought and in the movement's actions. In the final part of the article we approached the question of social transformation in a more conceptual way.

KEYWORDS: Cultural Transformation; Non-Formal Education; Genre; Migration; Healthy Eating.


Biografia do Autor

José Carlos Franco de Lima, Universidade Federal de Roraima

Educador popular de 1984 a 1994.

Facilitador de grupos de percepção corporal de 1995 a 2020.

Coordenador do projeto de extensão de apoio aos refugiados em Roraima (INAN/UFRR) 2017-2020.

Coordanador do projeto de pesquisa Recantos de Beleza e Convivência (2019-2020)

Docente do curso de bacharelado em Antropologia da UFRR.

Licenciado em Estudos Sociais

Especializado em Antropologia filosófica

Mestre em sociologia política

Doutor em Antropologia

Fernanda Ingredy Dantas de Araújo, Universidade Federal de Roraima

Facilitadora e mediadora nas ações culturais do Movimento cultural Apuí

Mestranda em Antropologia Social na UFRR

Psicóloga da Prefeitura Municipal de Boa Vista (Roraima)

Leyde Dayane Martinho de Andrade, Secretaria de Educação do Estado do Amazonas: Presidente Figueiredo, AM.

Bacharel e professora de informática pela UFRR.

Mestre em ensino de ciências pela Universidade Estadual de Roraima.

Socioeducadora no Movimento Cultural Apuí 2019-2020.

Professora na Secretaria Estadual de Educação do Estado do Amazonas.

Referências

BARBIER, René. A pesquisa-ação. Brasília, Liber Livro Editora, 2007.

BRASIL. IBGE. Censo Demográfico, 2010. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/9662-censo-demografico-2010.html?=&t=resultados

CEDEÑO, Alejandra Astrid Leon. Psicologia Comunitária de lo cotidiano – arte y acción Psicosocial em Londrina (Brasil). Searbruckin: Editorial Academica Española, 2012.

FREIRE, Paulo. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. Rio de janeiro: Paz e Terra, 1982.

FREIRE, Paulo. Conscientização – teoria e prática de libertação – uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. 3. ed. São Paulo: Moraes, 1986.

FREIRE, Paulo. Educação como prática de liberdade. 15. ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1983c.

FREIRE, Paulo. Educação como prática de mudanças. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983a.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança: um reencontro com a pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da indignação: cartas pedagógicas e outros escritos. São Paulo, Editora UNESP, 2000.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987b.

LIMA, José Carlos Franco. Um diálogo crítico: o papel do educador na educação

dialógico-libertadora a partir de Paulo Freire. Curitiba: UFPR/Especialização em Antropologia Filosófica, 1989.

LIMA, José Carlos Franco. Visão panorâmica da migração venezuelana em Roraima (Brasil). 2019. In: IV SEMINÁRIO RORAIMENSE DE DIREITO E PROCESSO DO TRABALHO EM BOA VISTA (RR): DIREITO E PROCESSO DE TRABALHO SOB A PERSPECTIVA DA IMIGRAÇÃO, UMA QUESTÃO DE IGUALDADE FORMAL. Anais... 28.06.19. Disponível em: https://escola.trt11.jus.br/index.php/noticia-ejud/2052-vis%C3%A3o-panor%C3%A2mica-da-migra%C3%A7%C3%A3o-venezuelana-em-roraima-brasil-2019.html. Acessado em: 01/08/2020.

LIMA, José Carlos Franco. Acolhimento, proteção e inserção criativa: Uma reflexão sobre a metodologia do Projeto de Apoio a Refugiados em Roraima (2017-2018). Goiânia. Revista da UFG, v. 19, 2019. DOI: https://doi.org/10.5216/revufg.v19i0.56103

OLIVEIRA, Márcia Maria; DIAS, Maria das Graças Santos, organizadoras. Interfaces da mobilidade humana na fronteira amazônica – V 2. Boa Vista, Editora da UFRR, 2020.

PERES, Gabriela da Costa Norberto; RODRIGUES, Francilene dos Santos. Xenofobia, racismo e estigmas nas terras de Macunaíma. In: Coletânea Migração & Wash, Boa Vista, Editora da UFRR, 2020.

Downloads

Publicado

25/11/2020

Edição

Seção

Edição temática - Paulo Freire