A formação continuada de professores nos processos de inclusão escolar: uma discussão entrelaçada com as diferenças e a normalidade

Neusete Machado Rigo

Resumo


Este artigo apresenta uma reflexão decorrente do projeto de extensão A Formação Continuada e o Processo de Inclusão: Articulações entre a Sala de Recursos e a Sala de Aula Comum, desenvolvido em uma escola pública de educação básica. Tem como objetivo discutir questões conceituais que fundamentam a condução do processo de inclusão escolar pelos professores das salas de aula comum e da sala de recursos. A metodologia possui abordagem qualitativa e esteve ancorada em pesquisa-ação, a qual partiu de um momento de discussão com os professores acerca da inclusão das crianças com deficiências na escola, seguida de encontros mensais para estudo e reflexão sobre as práticas de inclusão desenvolvidas pelos professores. O referencial que deu suporte às análises realizadas esteve relacionado aos conceitos diferença, deficiência, normalidade e hospitalidade, os quais possibilitaram refletir a respeito da inclusão e da deficiência para além dos aspectos biológicos, incluindo dimensões éticas, filosóficas e políticas. Os resultados levaram-nos a constatar que a inclusão escolar está em processo de construção, no entanto os professores possuem dificuldades para lidar com ela, porque, em geral, apresentam compreensões sobre a inclusão voltadas para processos de normalização dos alunos com deficiência. Nesse sentido, a formação continuada precisa aprofundar conceitos filosóficos que discutam a inclusão e a deficiência articuladas com as diferenças.

 

TEACHERS’ CONTINUING TRAINING IN SCHOOL INCLUSION PROCESSES: AN INTERTWINED DISCUSSION WITH DIFFERENCES AND NORMALITY

ABSTRACT: This article presents a reflection resulting from the extension project The Continuing Education and the Inclusion Process: Articulations between the Resources Room and the Ordinary Classroom, developed in a public school of basic education. It aims to discuss conceptual issues that underlie the conduction of the school inclusion process by teachers in the ordinary classrooms and in the resources room. The methodology has a qualitative approach and was anchored in action research, which started from a moment of discussion with teachers about the inclusion of children with disabilities in school, followed by monthly meetings for study and reflection on the inclusion practices developed by teachers. The framework that supported the analysis carried out was related to the concepts of difference, disability, normality, and hospitality, which made it possible to reflect on inclusion and disability beyond the biological aspects, including ethical, philosophical, and political dimensions. The results led us to see that school inclusion is in an under-building process, however teachers have difficulties in dealing with it, because, in general, they have understandings about inclusion aimed at the normalization processes of students with disabilities. In this sense, continuing education needs to deepen philosophical concepts that discuss inclusion and disability linked to differences. 

KEYWORDS: Special education; Inclusive education; Teachers training.


LA FORMACIÓN CONTINUA DEL PROFESORADO EN LOS PROCESOS DE INCLUSIÓN ESCOLAR: UN DEBATE ENTRELAZADO CON LAS DIFERENCIAS Y LA NORMALIDAD

RESUMEN: Este artículo presenta una reflexión derivada del proyecto de extensión La formación continua y el proceso de inclusión: vínculos entre el aula de recursos y el aula común, desarrollado en una escuela pública de educación básica. Su objetivo es discutir las cuestiones conceptuales que sustentan la conducción del proceso de inclusión escolar por parte de los profesores de las clases comunes y de las clases. La metodología es de tipo cualitativo y se basó en la investigación-acción, que comenzó con un debate con los profesores sobre la inclusión de los niños con discapacidad en la escuela, seguido de reuniones mensuales de estudio y reflexión sobre las prácticas de inclusión desarrolladas por los profesores. La referencia que apoyó el análisis estuvo relacionada con los conceptos de la diferencia, la discapacidad, la normalidad y la hospitalidad, lo que permitió reflexionar sobre la inclusión y la discapacidad más allá de los aspectos biológicos, incluyendo dimensiones éticas, filosóficas y políticas. Los resultados nos llevaron a comprobar que la inclusión escolar está en construcción, sin embargo, los profesores tienen dificultades para abordarla, ya que, en general, tienen concepciones sobre la inclusión centradas en los procesos de normalización de los alumnos con discapacidad. En este sentido, la formación continua necesita profundizar en los conceptos filosóficos que discuten la inclusión y la discapacidad articulada con las diferencias.

PALABRAS CLAVE: Educación especial; La Educación Inclusiva; Formación de docentes.



Palavras-chave


Educação especial; Educação inclusiva; Formação de professores

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Mariangela L.; BENTO, Maria J. C.; SILVA, Nazareth V. As contribuições da pesquisa-ação para a elaboração de políticas de formação continuada na perspectiva da inclusão escolar. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 99, n. 252, p. 257-276, maio/ago. 2018. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2021.

ANACHE, Alexandra A. As contribuições da abordagem histórico-cultural para a pesquisa sobre os processos de aprendizagem da pessoa com deficiência mental. BAPTISTA, Claudio R.; CAIADO, Katia R. M.; JESUS, Denise M. de. (org.). Educação especial: diálogo e pluralidade. 2. ed. Porto Alegre: Mediação, 2010.

BARBIER, René. A pesquisa-ação. Brasília: Liber Livro Editora, 2007.

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Inclusão. Revista da Educação Especial, Brasília, v. 4, n. 1, p. 18-32, jan./jun. 2008. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2020.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CEB Nº 4, de 2 de outubro de 2009. Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na Educação Básica, modalidade Educação Especial. Disponível em: . Acesso em: 10 jan. 2021.

DERRIDA, Jacques. Anne Dufourmantelle convida Jacques Derrida a falar da hospitalidade. Trad. Antônio Romane. São Paulo: Escuta, 2003.

DERRIDA, Jacques. Auto-imunidade: suicídios reais e simbólicos: um diálogo com Jacques Derrida. BORRADORI, Giovanna. Filosofia em tempo de terror: diálogo com Habermas e Derrida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.

DORZIAT, Ana. A formação de professores e a educação inclusiva: desafios contemporâneos. CAIADO, K. R. M.; JESUS, D. M.; BAPTISTA, C. R. (org.). Professores e educação especial. Porto Alegre: Editora Mediação, 2011. V. 2.

FABRIS, Eli H. In/exclusão no currículo escolar: o que fazemos com os “incluídos”? Educação Unisinos, n. 1, v. 15, 2011. Disponível em: . Acesso em: 20 dez. 2020.

FERREIRA, Giselle C.; TOMAN, Alexandre. Educação especial e inclusão: o que mostram as iniciativas de formação continuada. Revista Docência e Cibercultura, Rio de Janeiro, v. 4, n. 3, p. 367-386, set./dez. 2020. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2021.

FOUCAULT, Michel. Segurança, território, população: curso dado no Collège de France (1977-1978). São Paulo: Martins Fontes, 2008.

JESUS, D. M. de; ALVES, E. P. Serviços educacionais especializados: desafios à formação inicial e continuada. CAIADO, K. R. M.; JESUS, D. M.; BAPTISTA, C. R. (org.). Professores e educação especial. Porto Alegre: Editora Mediação, 2011. V. 2.

KLAUS, Rejane R. Uma agenda para o debate sobre a escola inclusiva. LOUREIRO, Carine B.; LOPES, Maura C. (org.). Inclusão, aprendizagem e tecnologias em educação: pensar a educação no século XXI. São Paulo: Pimenta Cultural, 2021.

LARROSA, Jorge. Tecnologias do eu e educação. SILVA, Tomaz T. da (org.). O sujeito da educação. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1995.

LOPES, Maura C.; DAL’IGNA, Maria C. (org.). In/exclusão: nas tramas da escola. Canoas: Ulbra, 2007.

LOPES, Maura C. Inclusão escolar, currículo, diferença e identidade. LOPES, Maura C.; DAL’IGNA, Maria C. (org.). In/exclusão: nas tramas da escola. Canoas: Ulbra, 2007.

LUNARDI, Márcia. Inclusão/exclusão: duas faces da mesma moeda. Revista Educação, Santa Maria: UFSM, n. 18, p. 27-35, 2001. Disponível em: . Acesso em: 20 jan. 2021.

MÜLLER, Marlene de F.; VIEGAS, André L. Interações entre os professores de sala de aula comum e o profissional de Atendimentos Educacional Especializado (AEE) numa escola estadual. Revista Liberato, Novo Hamburgo, v. 20, n. 33, p. 17-28, jan./jun. 2019.

NÓVOA, A. Formação de professores e formação docente. NÓVOA, A. (coord.). Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

SKLIAR, Carlos. Pedagogia (improvável) da diferença: e se o outro não estivesse aí? Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

SKLIAR, Carlos. A invenção e a exclusão da alteridade “deficiente” a partir dos significados da normalidade. Educação e Realidade, Porto Alegre, n. 24, v. 1, p. 15-32, jul./dez., 1999.

SKLIAR, Carlos. A inclusão que é “nossa” e a diferença que é do outro. RODRIGUES, David (org.). Inclusão e educação: doze olhares sobre a educação inclusiva. São Paulo: Summus, 2006.

SKLIAR, Carlos. Desobedecer à linguagem. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

SILVA, Tomaz T. da. Identidade e diferença: impertinências. Revista Educação e Sociedade, São Paulo, v. 23, n. 79, p. 65-66, 2002. Disponível: . Acesso em: 8 jan. 2021.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da pesquisa-ação. 18. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

WITTGENSTEIN, Ludwig. Investigações filosóficas. Trad. José C. Bruni. São Paulo: Nova Cultural, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.18227/2675-3294repi.v2i0.6953

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 REPI

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Editora da Universidade Federal de Roraima

Av. Cap. Ene Garcez, 2.413 Aeroporto, Campus do Paricarana

CEP: 69.310-000. Boa Vista – RR – Brasil

http://ufrr.br/editora/index.php

e-mail: editora@ufrr.br / editoraufrr@gmail.com


Universidade Federal de Roraima - Programa de Pós-Graduação em Educação

http://ufrr.br/ppgeduc/  

ppgeduc@ufrr.br

 

Revista Educação, Pesquisa e Inclusão (REPI), Boa Vista, Roraima, Brasil

E-ISSN: 2675-3294       Prefixo DOI: 10.18227/2675-3294repi

https://revista.ufrr.br/repi

repi@ufrr.br