INSOLAÇÃO DECADAL PARA RECIFE – PE, BRASIL

Raimundo Mainar de Medeiros

Resumo


Objetiva-se a realização do monitoramento de insolação como sendo atividade relevante para a agricultura, energia renovável e fonte de calor, analisando o comportamento decadal e seu comparativo com a média histórica da insolação frente à variação temporal ocorrida no período de 1962-2011 na cidade do Recife. Utilizou-se dos dados para calcular a média decendial de 1962-1971; 1972-1981; 1982-1991; 1992-2001 e 2002-2011 e seu comparativo com a média histórica. Utilizaram-se da estatística para realizarem os referidos cálculos da média decadal, histórica e desvio padrão normalizada para a série de dados em estudo.  As incidências de insolação acima dos padrões normais na região condicionados à baixa incidência de cobertura de nuvens, a flutuações de temperatura acima da normalidade e a ocorrência de queimadas. Observa-se que os desvios positivos superaram os desvios negativos, na sua maioria predominaram os desvios negativos entre os anos de 1972 a 1992, demonstrando reduções de até 15% nos seus valores mensais e anuais.    Parte da variabilidade interanual da insolação esta associada à ocorrência dos efeitos locais e regionais e as contribuições dos fenômenos de larga e meso escala registrados no período de estudo. Estas variabilidades estão associadas às condições termodinâmicas do Anticiclone Subtropical do Atlântico Sul, que inibindo a formação de nuvens, favorece um aumento no fluxo radiativo de ondas curtas e aumento no fluxo do saldo de radiação, potencializando, assim, doenças a população que, por meio de aquecendo da Camada Limite Atmosférica, implicará em pré-disposição desta área a proliferação de vetores.


Palavras-chave


Fonte de calor e energia; aplicações climatológicas; energia renovável

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18227/1678-7226rga.v12i2.5269

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 REVISTA GEOGRÁFICA ACADÊMICA

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 


 

Indexadores: CrossrefSumários.org; Periódicos CapesAGORA (Access to Global Online Reasearch  in Agriculture - FAO)Geoscience e-Journals; EBSCO PublishingGenamics JournalSeekGeoRef  database; GALE Cengage LearnigLATINDEX; CGP - American Geographical Society Library; DOAJ - Directory of Open Access Journals; Ocean Technology, Policy and Non-Living Resources (ASFA 2); Meteorological and Geoastrophysical Abstracts; Water Resources Abstract; ICAAP - Journal Database; SJSU - Electronic Journals Index;  Open J-Gate; Portal do SEER; Eletronic Journals Library; e -Periodicos (Sistema de Bibliotecas da Unicamp)  

 

A RGA também disponibiliza seus artigos na plataforma academica.edu disponível em: http://ggf.academia.edu/rga

 

Google Page Rank

PRchecker.info

 



 

Previous

Random

Next

List


Creative Commons License
Revista Geografica Academica by Geografica Academica is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at www.rga.ggf.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.rga.ggf.br

Periódico científico editado pelo Laboratório de Métricas da Paisagem - MEPA / Dep. de Geografia da Universidade Federal de Roraima - UFRR.

Contato: geograficaacademica@gmail.com

Universidade Federal de Roraima

Laboratório de Métricas da Paisagem

Dep.Geografia

Campus Paricarana

Av. Cap. Ene Garcez, 2413

CEP: 69310-000

Boa Vista, Roraima

Telefone: 95 - 3621 3114