A AGRICULTURA FAMILIAR E SUA ORGANIZAÇÃO

Marcos Mergarejo NETTO

Resumo


O presente artigo aponta para algumas questões acerca da agricultura familiar, sua organização, desenvolvimento e alcance, no significativo meio rural brasileiro. Inicialmente aponta para os antecedentes da formação de sua mão-de-obra e ocupação de espaço durante os quase quatro séculos de colônia e escravidão, sendo esta situação, substancialmente alterada a partir de meados do século XIX com a imigração européia e com decisiva influência sobre o modo de produção agrícola, enquanto estendia sobremodo, profundas alterações na estrutura agrária brasileira. A agricultura familiar sempre foi um meio eficiente para a subsistência familiar. Esse arranjo produtivo, presente em todo o mundo, tem se tornado uma vigorosa fonte de recurso alimentar e importante meio de sustentação econômica, demandando, contudo, intermináveis discussões acerca de sua sustentabilidade e relações ambientais. Assim, nesta abordagem são elencadas algumas perspectivas, que apontam para estratégias que otimizem as relações da agricultura familiar com o mercado, sem, no entanto perder suas características tão caras à tradição.
Palavras chave: colonização; agricultura familiar; meio ambiente; sustentabilidade; agroindústria.


ABSTRACT
This article points out some issues about the family farm, its organization, development and scope, significant in rural areas. Initially points to the history of the formation of its labor force and occupation of space during the nearly four centuries of colonial and slavery, and this, substantially changed from the mid-nineteenth century with the European immigration, with decisive influence on the mode of agricultural production, while extremely extended, deep changes in the Brazilian agrarian structure. The family farm has always been an efficient way for family subsistence. This production arrangement, present in the world, has become a strong source of food resources and important means of economic support, demanding, however, endless discussions about their sustainability and environmental relationships. Thus, in this approach are listed some perspectives that point to strategies that optimize the relationship of family farming with the market, without however losing its characteristics so dear to the tradition.
Key-words: colonization; family farming, environment, sustainability, agroindustry.

DOI: 10.5654/actageo2008.0204.0002

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5654/acta.v2i4.194




INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

Geoscience e-Journals

Previous

Random

Next

List

ACTA GEOGRÁFICA
Revista do Curso de Geografia
Universidade Federal de Roraima (UFRR)
Telefone: +55 (95)3621-3162
E-mail: luiza.camara@ufrr.br
Boa Vista - Roraima - Brasil

Revista sob Licença Creative Commons