Determinação da área foliar de Passiflora mucronata a partir de dimensões lineares do limbo foliar

Edilson Romais Schmildt, Layane Segantini Oliari, Omar Schmildt, Rodrigo Sobreira Alexandre, Fábio Ribeiro Pires

Resumo


A espécie Passiflora mucronata apresenta bom potencial para uso como porta-enxerto do maracujá azedo por ser resistente a algumas doenças e, como ornamental, conhecendo-se, no entanto, pouco a respeito de sua fisiologia. A obtenção da área foliar é fundamental em vários estudos agronômicos, sendo um dos importantes instrumentos que avaliam o crescimento de uma planta. Objetivou-se com este trabalho, estudar a modelagem estatística da área foliar de Passiflora mucronata cultivada nos ambientes casa de vegetação e em campo, a partir de dimensões lineares de comprimento e maior largura do limbo. A área foliar observada foi medida com o auxílio do software ImageJ® por análise de imagens digitalizadas das folhas. Foram estimadas equações por meio de modelos de regressão linear, potência e exponencial para os dois tipos de ambiente e verificada a possibilidade de uso de apenas uma equação que represente a área foliar em plantas dos dois ambientes. As equações foram validadas a partir de outras amostras. Conclui-se que a determinação da área foliar de P. mucronata pode ser feita de forma não destrutiva com o uso da maior largura do limbo e a equação AFE = 1,8963 L 1,7275 representa a área foliar tanto para casa de vegetação quanto para campo.

Palavras-chave


Biometria. Método não-destrutivo. Modelagem da área foliar.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v10i4.3720

Direitos autorais 2017 REVISTA AGRO@MBIENTE ON-LINE

Revista Agroambiente On-line ISSN 1982-8470 (online), www.agroambiente.ufrr.br. E-mail: agroambiente@ufrr.br. Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 3.0 Brasil.