Crescimento vegetativo do cafeeiro Conilon fertirrigado com diferentes parcelamentos e doses de nitrogênio e potássio

Marcelo Magiero, Robson Bonomo, Fábio Luiz Partelli, Joabe Martins de Souza

Resumo


O cultivo do café Conilon no Norte Capixaba tem sido feito predominantemente por meio de irrigação em razão das condições de distribuição irregular das chuvas. O manejo da irrigação e a adubação do cafeeiro estão diretamente ligados à produtividade e ao custo de produção, sendo que a fertirrigação surge como alternativa de aplicação de nutrientes via água de irrigação, aumentando a eficiência de aplicação. Assim, objetivou-se avaliar o crescimento vegetativo do cafeeiro Conilon irrigado com diferentes parcelamentos e doses de nitrogênio e potássio, aplicados via fertirrigação. O trabalho foi conduzido em lavoura comercial de café Conilon (Coffea canephora), localizada no município de São Mateus, ES, com 24 meses de idade. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente ao acaso, em parcelas subdivididas com quatro repetições. As parcelas corresponderam às doses de nitrogênio e potássio, sendo aplicado: 60%, 80%, 100%, 120%, 140% e 160% da dose recomendada. As subparcelas corresponderam ao parcelamento das adubações, sendo: 3, 9, 15 e 21 vezes, para o ano safra. O crescimento vegetativo de ramos ortotrópicos e plagiotrópicos foi avaliado a cada 90 dias. O aumento do parcelamento proporcionou maior crescimento para os ramos ortotrópico e plagiotrópicos III, sendo que as doses não influenciaram no crescimento desses ramos do cafeeiro. O ramo plagiotrópico II apresentou máximo crescimento vegetativo na dose de 60%, parcelado em nove vezes, e 115%, para parcelamento em quinze vezes.

Palavras-chave


Coffea canephora. crescimento vegetativo. adubação. irrigação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v11i1.3336

Direitos autorais 2017 REVISTA AGRO@MBIENTE ON-LINE

Revista Agroambiente On-line ISSN 1982-8470 (online), www.agroambiente.ufrr.br. E-mail: agroambiente@ufrr.br. Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 3.0 Brasil.