Qualidade de mudas de cultivares de tomateiro em função de soluções nutritivas de concentrações crescentes

Sandy Thomaz dos Santos, Francisco de Assis de Oliveira, Jessilanne Plínia Barbosa de Medeiros Costa, Maria Lilia de Souza Neta, Rita de Cássia Alves, Luilson Pinheiro Costa

Resumo


A aplicação equilibrada de nutrientes é fundamental para obter mudas com maior adaptabilidade no campo e no rendimento produtivo. Nesse contexto, objetivou-se com este trabalho avaliar cinco diferentes concentrações de solução nutritiva (25, 50, 75, 100 e 125% da solução padrão) na qualidade de mudas de três cultivares de tomate (Cereja Pendente Yubi, Santa Amélia e Santa Adélia), cultivadas em substrato padrão de fibra de coco e fertirrigadas por subirrigação. O delineamento experimento foi inteiramente casualizado, em esquema fatorial (3 x 5), com cinco repetições. As mudas foram avaliadas aos 30 dias após a semeadura quanto às seguintes variáveis relacionadas ao desenvolvimento vegetativo: diâmetro do colo (DC, mm), número de folhas (NF), altura de muda (ALT, cm), comprimento da raiz principal (CRP, cm), massa seca da parte aérea (MSPA, g), massa seca da raiz (MSR, g) e massa seca total (MST, g), relação altura/diâmetro do colo (ALT/DC) e Índice de Qualidade de Dickson (IQD). Todas as variáveis das cultivares estudadas apresentaram respostas significativas ao aumento da concentração de nutrientes na solução nutritiva. Considerando os índice de avaliação ALT/DC e IQD, as mudas de tomateiro de melhor qualidade foram obtidas quando a fertirrigação foi realizada utilizando solução nutritiva nas concentrações entre 70 e 90% da solução recomendada para o tomateiro em sistema hidropônico. Nessa faixa de concentração, a cultivar Santa Adélia apresentou mudas mais vigorosas para a maioria das variáveis.

Palavras-chave


Lycopersicon esculentum Mill. Desenvolvimento inicial de mudas. Fibra de coco. Nutrição mineral.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v10i4.3096

Direitos autorais 2017 REVISTA AGRO@MBIENTE ON-LINE

Revista Agroambiente On-line ISSN 1982-8470 (online), www.agroambiente.ufrr.br. E-mail: agroambiente@ufrr.br. Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 3.0 Brasil.