Petróleo e Poder: a crise venezuelana e seus elementos históricos

Carolina Silva Pedroso

Resumo


Desde 2013, a Venezuela vivencia uma crise multidimensional, marcada por dois processos simultâneos e que se retroalimentam: a profunda deterioração econômica e a intensa polarização política. Apesar de parte das causas estar relacionada às decisões dos governos de Hugo Chávez (1999-2013) e Nicolás Maduro (2013-?), parte da resposta para explicar essa crise passa pela compreensão dos processos históricos que legaram condições estruturais difíceis de superar, consolidadas sobretudo no período de Punto Fijo (1958-98). Este estudo parte da ideia de que a consolidação do petróleo como força-motriz da economia venezuelana no XX gerou uma burguesia rentista intrinsicamente ligada ao poder político, sendo este uma peça fundamental para o entendimento dos desafios da Venezuela no século XXI. Portanto, o objetivo deste artigo é apresentar a relação histórica entre petróleo e poder na Venezuela pré-chavista, como elemento relevante para a compreensão do complexo quadro vigente.

Palavras-chave


Petróleo. Poder. Crise.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18227/2217-1448ted.v1i34.6415



SEER periodicos latindex   webqualis
Editora
Cabeçalho da página  
Revista de Ciências Humanas da Universidade Federal de Roraima
Centro de Ciências Humanas
Boa Vista - Roraima - Brasil