Das Cordas Feridas: Através de uma personalidade acústica

ADRIANO MARAUCCI REA

Resumo


Resumo: O presente artigo pretende demonstrar de forma extratual algumas interpretações dos rebatimentos simbólicos emanados de uma técnica digital característica; que se resolve - entre outros elementos -  naquilo que chamei de violão baiano e tópica chula. Analisando de que maneira as superfícies acústicas instituem signos remissivos `a traços culturais, o texto expõe alguns resultados e desdobramentos de minha Dissertação de Mestrado em Etnomusicologia defendida no Departamento de Música da Escola de Música da UFBA em 2014. Rastreio referências sígnicas sistemáticas operantes num continuum sócio-acústico que, orientado pela retórica comunicativa, conecta totalidades culturais históricas e metodologicamente representativas balizando o sentido de pertencimento de uma comunidade de pessoas.



Palavras-chave


Violao.Musica Popular.Salvaor.Musicalidade

Texto completo:

PDF

Referências


AGAWU, V. Kofi. Playing with signs: a semiotic interpretation of classic music. Princeton: Princeton University Press, 1991.

AGAWU, V. Kofi. African Rhythm: a Northern Ewe perspective. Cambridge: Cambridge University Press, 1995.

ANTUNES, Gilson Uehara. Américo Jacomino “Canhoto” e o desenvolvimento da arte solística do violão em São Paulo. Dissertação (Mestrado em Musicologia) − Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.

ARAÚJO, Emanuel.O teatro dos vícios:transgressão e transigência na sociedade urbana colonial. Rio de Janeiro: José Olympio, 1993.

BAKHTIN, Mikail. Os gêneros do discurso. In: ______. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

BOURDIEU, Pierre. Le champ scientifique. Actes de La Recherche em Sciences Sociales. Tradução Paula Montero. In: ORTIZ, Renato. Bourdieu: Sociologia. São Paulo: Ática, 1983. p. 88-104.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1989.

CASTAGNA, Paulo A. Música na América portuguesa. In: VINCI DE MORAES, José G.; CASTAGNA, Paulo; ANTUNES, Gilson. 1916: o violão brasileiro já é uma arte. Cultura Vozes, São Paulo, v. 88, n. 1, p. 37-51, 1994.

DA MATTA, Roberto. Carnavais, malandros e heróis. Rio de Janeiro: Guanabara, 1990.

DREYFUS, Dominique. O violão vadio de Baden Powell. São Paulo: 34, 1999.

HATTEN, Robert. Interpreting Musical Gestures, Topics, and Tropes: Mozart,Beethoven, Schubert. Bloomington: Indiana University Press, 2004.

______.Musical Meaning in Beethoven:Markedness, Correlation and Interpretation. Bloomington: Indiana University Press, 1994.

HOBSBAWM, Eric; RANGER, Terence. A invenção das tradições. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

JONES, A. M. Studies in African Music. Vol. I. 2. Ed. Londres: Oxford University Press, 1961.

LIMA, Luciano Chagas. Radamés Gnattali: os quatro Concertos para Violão Solo e Orquestra. In: SIMPÓSIO DE VIOLÃO DA EMBAP, II. Anais... 2008.

LUHNING, Angela. Métodos de trabalho na Etnomusicologia: reflexões em volta de experiências pessoais. Revista de Ciências Sociais, Fortaleza, v. XXII, n. 1/2, p. 77-104, 1991.

LUKACS,György. Excerto do capítulo II do volume II de Per l'ontologia dell'essere sociale , versão italiana de Alberto Scarponi, a partir de cópia datilografada da redação em alemão, preparada por Ferenc Bródy e Gábar Révai e revista por G. Lukács Traduzido para o português por Sérgio A. Lessa Filho (professor da Universidade Federal de Alagoas). Trecho selecionado e preparado por Marcelo Micke Doti (pós-graduando em Sociologia - UNESP - Araraquara). Roma, Riuniti, 1981.

LUHNING, Angela. Sustentabilidade de patrimônios musicais e políticas públicas a partir de experiências e vivências musicais em bairros populares. Música e Cultura: revista da ABET, v. 8, n. 1, p. 44-58, 2013.

MAUSS Marcel. Les techniques du corps. in: Sociologie et Anthropologie, PUF, Paris, 1950.

MENEZES BASTOS, Rafael José de. Para uma Antropologia histórica das relações musicais Brasil/Portugal/África: o caso do fado e de sua pertinência ao sistema de transformações lundu-modinha-fado. Antropologia em Primeira Mão, n. 102, PPGAS, UFSC, 2007.

NAVES, Santuza Cabraia. O violão azul. Rio de Janeiro: FGV, 1998.

NATTIEZ, Jean Jacques.O modelo tripartite da semiologia musical.Conferência de introdução a semiologia musical lida pela primeira vez no II Encontro da ANPPOM (Porto Alegre, 13/12/1989),1989.

NKETIA, J. H. Kwabena. The Music of Africa. Nova Iorque: W. W. Norton & Company 1974. NOBRE, Cássio. Viola nos Sambas do Recôncavo Baiano. Dissertação (Mestrado em Música) − Escola de Música, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2008.

OLIVEIRA PINTO, Tiago de. Som e música: questões de uma antropologia sonora. Revista de Antropologia, v. 44, n. 1, São Paulo, USP, 2001a.

OLIVEIRA PINTO, Tiago de. As cores do som: estruturas sonoras e concepção estética na música afro-brasileira. África: Revista do Centro de Estudos Africanos, São Paulo, USP, n. 22/23, 2001b.

PEREIRA, Fernanda Maria Cerqueira. O violão na sociedade carioca (1900-1930): técnicas, estéticas e ideologias. Dissertação (Mestrado em Música) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007.

PIEDADE, Acácio T. de C. Música instrumental brasileira e fricção de musicalidades. Antropologia em Primeira Mão, n. 21, Florianópolis, PPGAS/UFSC, 1997.

PIEDADE, Acácio T. de C. O canto do kawoká: música, cosmologia e filosofia entre os wauja do Alto Xingú. Tese (Doutorado em Antropologia Social) − Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2004.

PIEDADE, Acácio T. de C. Perseguindo fios da meada: pensamentos sobre hibridismo, musicalidade e tópicas. Per Musi, Belo Horizonte, n. 23, p. 103-112, 2011.

RATNER, Leonard. Classic music: Expression, form and style.

New York: Schirmer Books,1980.

REILY, Suzel Ana. Hybridity and Segregation in the Guitar Cultures of Brazil. In:BENNETT,Andy; DAWE, Kevin (org). Guitar cultures. New York: Berg, 2001.

SAHLINS, Marshall. Ilhas de história. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.

SANDRONI, C. Feitiço decente: Transformações do samba no Rio de Janeiro (1917-1933). Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

SWANSON, Brent Lee. Marco Pereira: brazilian guitar virtuoso. Dissertação (Mestrado em Música) − University of Florida, Florida, 2004.

TABORDA, Márcia. Violão e identidade nacional. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.

ULLOA, Mario. (Umas) Chulas de Roberto Mendes: Técnicas da mão direita. In:MENDES, Roberto; JÚNIOR, Waldomiro. Chula: Comportamento traduzido em canção. Salvador: Fundação ADM, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.