Música instrumental e decolonialidade: a performance de violeirxs nas cenas musicais urbanas da atualidade

Leandro Drumond Marinho, Eurides de Souza Santos

Resumo


A presente comunicação se refere a uma pesquisa de doutorado em Etnomusicologia que está sendo realizada junto ao Programa de Pós-graduação em Música da Universidade Federal da Paraíba - UFPB. A investigação adentra no universo das violas brasileiras de dez cordas a fim de analisar as práticas de música instrumental da cena musical urbana. A pesquisa assume um viés etnográfico tendo em vista que o principal instrumento metodológico utilizado na investigação é a observação-participante. Objetivamos problematizar o fenômeno sociocultural observado com o campo conceitual da decolonialidade, uma vez que nossas violas de dez cordas foram inseridas no Brasil junto ao processo de colonização.

Palavras-chave


Viola de dez cordas. Decolonialidade. Cena musical urbana.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Jorge José Ferreira de Lima. A sonoridade da viola de arame na composição do ciclo Genesis. Dissertação (Mestrado em Música). Universidade Federal da Paraíba, Programa de Pós-graduação em Música. João Pessoa, 2009.

APPADURAI, Arjun. Dimensões culturais da globalização: a modernidade sem peias. Tradução: Telma Costa. Editora Teorema – Lisboa, Portugal, 2004.

BÉHAGUE, Gerard. Performance practice: ethnomusicological perspectives. Westport: Greenwood Press. 1984.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação qualitativa em educação. Porto: Porto Editora, 1994.

CAMBRIA, Vicenzo. Cenas musicais: reflexões a partir da etnomusicologia. Música & Cultura (Salvador. Online), v. 10, p.1-17, 2017.

ESPINOSA, Y., GÓMEZ, D. & OCHOA, K. Introducción. En Y. Espinosa Miñoso, D. Gómez Correal & K. Ochoa Muñoz, Tejiendo de otro modo: feminismo, espistemología y apuestas decoloniales en Abya Yala. Colombia: Editorial Universidad del Cauca. 2014.

FERRER, Marcus de Araújo. A viola de 10 cordas e o choro: arranjos e análises. Tese (doutorado em Música) Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 2010.

GEERTZ, Clifford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC, 1989.

GONZÁLEZ, Lizette Amalia Alegre. Etnomusicología y Decolonialidad Saber Hablar: El caso de la danza de inditas de la Huasteca. Tesis Doctorado en Música, Universidad Nacional Autónoma de México. México, 2015.

MALAQUIAS, Denis Rilk. Música caipira de concerto [manuscrito]: Territorialidades e trajetórias de viola e violeiros no âmbito caipira. Tese (doutorado). Universidade Federal de Goiás, Programa de Pós-graduação em Geografia. Goiânia, 2019.

GUBER, Rosana. La Etnografia: Método, campo y reflexividad. Buenos Aires: Siglo Veintiuno Editores, 2011.

JANOTTI, Jeder Jr. “A importância da ideia de cenas musicais nos estudos de música e comunicação”. Entrevista concedida a Jeder Janotti Jr. In: E-Compós. Brasília. Compós, v.15 n.2. 2012.

MATTOS, Carmem Lúcia Guimarães de. A abordagem etnográfica na investigação científica. In MATTOS, Carmem Lúcia Guimarães de; CASTRO, Paula Almeida de (Orgs.). Etnografia e educação: conceitos e usos. Campina Grande: EDUEPB, 2011.

QUEIROZ, Luiz Ricardo Silva; FIGUEIRÊDO, Anne Raelly Pereira; RIBEIRO, Yuri Moreira. Práticas musicais no contexto urbano de João Pessoa. XVI Congresso da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Música, Brasília, 2006. Disponível: https://antigo.anppom.com.br/anais/anaiscongresso_anppom_2006/CDROM/COM/02_Com_Etno/sessao01/02COM_Etno_0102-060.pdf, 07.12.2018.

SILVEIRA, Rosa Maria Hessel. A entrevista na pesquisa em educação: uma arena de significados. In: COSTA, Marisa Vorraber. (Org.) Caminhos Investigativos II: outros Modos de Pensar e Fazer Pesquisa em Educação. Rio de Janeiro: DP&A, 2007.

SERPE, Fábio Rodrigo. A livre improvisação como ferramenta composicional: cateretando, para viola caipira. Dissertação de Mestrado em Música, Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 2017.

SEVERO, George Glauber Félix. Jaguaribe Carne: experimentalismo na música Paraibana. Mídia Gráfica e Editora Ltda. João Pessoa, 2017.

TYGEL, Júlia Zanlorenzi; NOGUEIRA, Lenita Waldige Mendes Nogueira. Etnomusicologia aplicada, identidades culturais e equalização dos discursos: reflexões sobre duas experiências de campo. XVI Congresso da ANPPOM, 2006, Brasília, p.189-194. Disponível em: http://juliatygel.com.br/wp-content/uploads/2016/03/2006-Anppom2006-artigo.pdf, 05/01/2019.

ZANFORLIN, Sofia. Etnicidade, migração e comunicação: etnopaisagens transculturais e negociação de pertencimentos. Tese de Doutorado – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Escola de Comunicação, Programa de Pós-Graduação em Comunicação. Rio de Janeiro, 2011.

WALSH, Catherine. 'Raza', mestizaje y poder: horizontes coloniales pasados y presentes.

Crítica y emancipación. Revista Latinoamericana de Ciencias Sociales, año II (3), 95-122. 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.