A Música no Manual da Ordem Terceira de São Francisco de Assis dos Padres Franciscanos e Missionários Capuchinhos no Brasil: Canto Gregoriano e Cânticos Espirituais ao Tempo do Aggiornamento

Fernando Lacerda Simões Duarte

Resumo


Dentre as diversas formas de organização de fiéis leigos na Igreja Católica Romana, as ordens terceiras tiveram lugar no território brasileiro desde inícios da dominação portuguesa. Neste trabalho, busca-se compreender as relações entre a música presente em um Manual da Ordem Terceira de São Francisco datado de 1949, aspectos identitários, do franciscanismo e os grandes movimentos musicais e litúrgicos do catolicismo no período. Recorrendo à pesquisa bibliográfica e documental, e a referenciais teóricos sobre memória e identidade em Candau, Le Goff e outros autores, os resultados apontam para aspectos identitários do repertório nos cânticos espirituais em língua vernácula dedicados à Imaculada Conceição, aos santos fundadores, bem como na estrutura das cerimônias.

Texto completo:

PDF

Referências


CANDAU, Joël. Memória e Identidade. São Paulo: Contexto, 2011.

DINIZ, Jaime. Velhos organistas da Bahia. Universitas, Salvador, n.10, p.5-42, 1971.

DUARTE, Fernando Lacerda Simões. A Língua Vernácula na Música Católica no Brasil desde o Século XIX: cânticos espirituais e a representação acerca da participação ativa dos fiéis nos ritos religiosos. Opus, Belo Horizonte, v. 22, n.2, p.115-146, 2016a.

______. Resgates e Abandonos do Passado na Prática Musical Litúrgica Católica no Brasil entre os Pontificados de Pio X e Bento XVI (1903-2013). São Paulo, 2016. 495 f. Tese (Doutorado em Música). Instituto de Artes, UNESP, 2016b.

GAETA, Maria Aparecida Junqueira Veiga. A Cultura clerical e a folia popular: Estudo sobre o catolicismo brasileiro nos finais do século XIX e início do Século XX. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 17, n.34, p. 183-202, 1997.

GÓMEZ GONZÁLEZ, Pedro José et al. El archivo de los sonidos: la gestión de fondos musicales. Salamanca: Asociación de Archiveros de Castilla y León, 2008.

LE GOFF, Jacques. História e Memória. Campinas: Editora da UNICAMP, 1990.

MANUAL da Ordem Terceira de São Francisco de Assis compilado pelos PP. Franciscanos e PP. Missionários Capuchinhos do Brasil. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 1949.

MARQUES, Maria Eduarda Castro Magalhães. Homens de Negócio, Fé e de Poder Político: a Ordem Terceira de São Francisco do Recife, 1695-1711. Rio de Janeiro, 2010. 242 f. Tese (Doutorado em História Social da Cultura). Departamento de História, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, 2010.

MARTINS, William de Souza. As ordens terceiras no Rio de Janeiro – sob o impacto das medidas regalistas da Coroa (1766-1807). In: FALCON, Francisco; RODRIGUES, Claudia (Orgs.). A “Época Pombalina” no mundo luso-brasileiro. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2015. p. 381-412.

MONTERO, Paula. Tradição e modernidade: João Paulo II e o problema da cultura. Revista Brasileira de Ciências Sociais, Rio de Janeiro, a. 7, n. 20, p.90-112, 1992.

MORAES, Juliana de Mello. Os livros da Ordem Terceira de São Francisco entre Portugal e a América Portuguesa nos séculos XVII e XVIII. História, histórias, Brasília, v. 2, n. 4, p. 61-76, 2014.

OLIVEIRA, Anderson José Machado de. As irmandades religiosas na Época Pombalina: algumas considerações. In: FALCON, Francisco; RODRIGUES, Claudia (Orgs.). A “Época Pombalina” no mundo luso-brasileiro. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2015. p. 347-380.

ORDEM FRANCISCANA SECULAR DO BRASIL. Documentos da Ordem Franciscana Secular: Regra da O.F.S. | Constituições Gerais da O.F.S.- CCGG | Estatuto Nacional da O.F.S. do Brasil | Ritual da Profissão | Estatuto da Assistência Espiritual e Pastoral à O.F.S. Rio de Janeiro: Ordem Franciscana Secular do Brasil, 1994 .

PAIVA, José Pedro (Coord.). Guia de Fundos do Arquivo da Universidade de Coimbra. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2015.

SANTOS, Tânia Cristina Franco et al . A memória, o controle das lembranças e a pesquisa em história da enfermagem. Escola Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 15, n. 3, p. 616-625, 2011.

SÃO FRANCISCO, Padre Frei Luiz de. Livro em qve se contem tvdo o que toca à origem, regra, estatutos, ceremonias, privilegios, & progressos da sagrada Ordem Terceira da Penitência de N. Seraphico P. S. Francisco. Lisboa: Officina de Migvel Deslandes, 1684.

SINZIG, Frei Pedro, RÖWER, Frei Basílio. Cecília: Manual de cânticos sacros para o canto uníssono na igreja (com 2ª voz ad libitum). 7. ed. Petrópolis: Vozes, 1946.

VANBOEMMEL, Frei Fidêncio. Nossa História – Quem Somos. [2005]. Disponível em: . Acesso em: 13 mai. 2019.

WERNET, Augustin. A Igreja Paulista no Século XIX: A reforma de D. Antônio Joaquim de Melo (1851-1861). São Paulo: Ática, 1987.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.