Veredas do Triângulo Mineiro: estudos de solos e significância socioambiental

Thiago Torres Costa Pereira, Luana de Pádua Soares e Figueiredo

Resumo


As veredas são componentes de grande importância ambiental e podem ser a chave para a geração de renda e sustentabilidade socioeconômica dos povos do Cerrado. Assim, foram objetivos o estudo dos solos de veredas representativas do Triângulo Mineiro Sul, quantificação dos estoques de carbono, discussão da importância socioambiental destas fitofisionomias e a proposição do extrativismo sustentável nos buritizais. Para tanto, foram medidas as áreas das veredas, densidade do solo, carbono orgânico total, estoques de C e realizado o estudo de viabilidade extrativista dos buritis. Como resultado, observou-se que as veredas podem ser fonte importante de recursos para agricultores familiares do Triângulo Mineiro Sul a partir do extrativismo sustentável do buriti visando a produção de alimentos e fibras; a exploração racional e geração de renda a partir das veredas ainda é algo incipiente na região e mais estudos e estímulos devem ser realizados como tentativa de disseminar a importância socioambiental destes locais; o uso racional das veredas pode ter muito mais uma conotação de preservação e manutenção destes locais, dentro do caráter socioambiental, do que somente a exploração de um ecossistema em si; e as estimativas dos estoques de carbono nos solos das veredas estudadas forneceram resultados mais elevados, se comparados à média nacional do estoque de C para solos hidromórficos brasileiros e do Cerrado, refletindo na necessidade do desenvolvimento de práticas sustentáveis e mitigadoras nestes subsistemas do Cerrado, a fim de contribuir positivamente com o clima local, regional e global a partir da manutenção do C no solo.


Palavras-chave


Gleissolos; Organossolos; Buriti; Cerrado; Extrativismo.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18227/1678-7226rga.v12i2.5282

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 REVISTA GEOGRÁFICA ACADÊMICA

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 


 

Indexadores: CrossrefSumários.org; Periódicos CapesAGORA (Access to Global Online Reasearch  in Agriculture - FAO)Geoscience e-Journals; EBSCO PublishingGenamics JournalSeekGeoRef  database; GALE Cengage LearnigLATINDEX; CGP - American Geographical Society Library; DOAJ - Directory of Open Access Journals; Ocean Technology, Policy and Non-Living Resources (ASFA 2); Meteorological and Geoastrophysical Abstracts; Water Resources Abstract; ICAAP - Journal Database; SJSU - Electronic Journals Index;  Open J-Gate; Portal do SEER; Eletronic Journals Library; e -Periodicos (Sistema de Bibliotecas da Unicamp)  

 

A RGA também disponibiliza seus artigos na plataforma academica.edu disponível em: http://ggf.academia.edu/rga

 

Google Page Rank

PRchecker.info

 



 

Previous

Random

Next

List


Creative Commons License
Revista Geografica Academica by Geografica Academica is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at www.rga.ggf.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.rga.ggf.br

Periódico científico editado pelo Laboratório de Métricas da Paisagem - MEPA / Dep. de Geografia da Universidade Federal de Roraima - UFRR.

Contato: geograficaacademica@gmail.com

Universidade Federal de Roraima

Laboratório de Métricas da Paisagem

Dep.Geografia

Campus Paricarana

Av. Cap. Ene Garcez, 2413

CEP: 69310-000

Boa Vista, Roraima

Telefone: 95 - 3621 3114