IMPACTOS DAS MUDANÇAS DE USO DA TERRA E DOS EVENTOS CLIMÁTICOS EXTREMOS EM SISTEMAS HIDROLÓGICOS DA AMAZÔNIA ORIENTAL - BACIA DO RIO CAPIM (PA-MA)

Dênis Cardoso Gomes, Aline Maria Meiguins de Lima, João de Athaydes Silva Junior, Edivaldo Afonso de Oliveira Serrão

Resumo


A bacia do rio Capim (NE do estado Pará) compõe a região de maior produção econômica do estado; sua relevância justificou a necessidade do estudo de seu comportamento hidrológico considerando a variabilidade climática (eventos de La Niña e El Niño) e a influência das formas de uso e cobertura da terra (LULC – land use and land cover). Foram adotados os dados oriundos do GPCC (Global Precipitation Climatology Centre) e de precipitação pluviométrica, distribuição das vazões e cotas da ANA (Agência Nacional das Águas). Os dados de LULC foram obtidos do projeto TerraClass 2014 (INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Para análise de eventos extremos foi adotado o seguinte critério: La Niña (2011), El Niño (2015) e a série histórica como. Os resultados obtidos indicaram: maior sensibilidade aos efeitos de La Niña; as sub-bacias mais afetadas localizam-se nas cabeceiras (Alto Capim, Ararandeua, Cauaxi e Surubijú); Agosto, Setembro e Outubro - trimestre menos chuvoso; Fevereiro, Março e Abril - trimestre mais chuvoso; máximo e mínimo de precipitação (média mensal) – 448,7 mm e 7,1 mm; vazões máximas e mínimas (média mensal) – acima de 850 m³/s e abaixo de 300 m³/s; a distribuição pluviométrica varia de sudeste (menores índices - maior alteração na paisagem associada as formas de LULC) para o noroeste (maiores índices); o melhor estado de conservação está no Alto Capim e no Médio-baixo curso do rio Surubijú. Logo, as sub-bacias de cabeceira apresentaram uma maior vulnerabilidade (cerca de 9000 km² de área alterada - 24% do total da área da bacia), com uma correlação positiva com a variabilidade da precipitação pluviométrica e do regime de vazões.


Palavras-chave


La Niña e El Niño; Sustentabilidade hidríca; Vulnerabilidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18227/1678-7226rga.v12i2.5162

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 REVISTA GEOGRÁFICA ACADÊMICA

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 


 

Indexadores: CrossrefSumários.org; Periódicos CapesAGORA (Access to Global Online Reasearch  in Agriculture - FAO)Geoscience e-Journals; EBSCO PublishingGenamics JournalSeekGeoRef  database; GALE Cengage LearnigLATINDEX; CGP - American Geographical Society Library; DOAJ - Directory of Open Access Journals; Ocean Technology, Policy and Non-Living Resources (ASFA 2); Meteorological and Geoastrophysical Abstracts; Water Resources Abstract; ICAAP - Journal Database; SJSU - Electronic Journals Index;  Open J-Gate; Portal do SEER; Eletronic Journals Library; e -Periodicos (Sistema de Bibliotecas da Unicamp)  

 

A RGA também disponibiliza seus artigos na plataforma academica.edu disponível em: http://ggf.academia.edu/rga

 

Google Page Rank

PRchecker.info

 



 

Previous

Random

Next

List


Creative Commons License
Revista Geografica Academica by Geografica Academica is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.
Based on a work at www.rga.ggf.br.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.rga.ggf.br

Periódico científico editado pelo Laboratório de Métricas da Paisagem - MEPA / Dep. de Geografia da Universidade Federal de Roraima - UFRR.

Contato: geograficaacademica@gmail.com

Universidade Federal de Roraima

Laboratório de Métricas da Paisagem

Dep.Geografia

Campus Paricarana

Av. Cap. Ene Garcez, 2413

CEP: 69310-000

Boa Vista, Roraima

Telefone: 95 - 3621 3114