CARACTERIZAÇÃO DE UM SOLO PARA SUBSÍDIO À ELABORAÇÃO DE PROJETOS DE FUNDAÇÃO SUPERFICIAL DE OBRAS DE PEQUENO PORTE

Sávilla Vieira Costa, Mateus Evangelista da Silva, Ana Patrícia Nunes Bandeira, Vinícius de Sousa Santos, João Barbosa de Souza Neto

Resumo


Alguns solos não saturados apresentam recalques adicionais bruscos com o aumento do teor de umidade sob tensão constante. Em regiões com presença deste tipo de solo, o ensaio de penetração padronizado pode não ser suficiente para prever o comportamento mecânico do mesmo. O objetivo deste trabalho residiu em uma investigação geotécnica e análise da colapsibilidade de um solo para auxiliar na elaboração de projetos de fundações. A metodologia utilizada consistiu na realização de ensaios básicos de caracterização, ensaios de cisalhamento direto na condição inundada e ensaio edométrico com inundação na tensão admissível. Os resultados obtidos permitiram classificar a amostra de solo como Silte Argiloso de baixa compressibilidade. Ensaios de cisalhamento direto revelaram um ângulo de atrito de 23º e intercepto de coesão de 17,8kPa. O ensaio edométrico mostrou se tratar de um solo não colapsível na tensão de 60kPa, sendo possível tomar este valor como base para elaboração de projetos de fundações, alertando-se para uma investigação geotécnica complementar, uma vez que a amostragem em bloco indicou um solo com potencialidade de colapso nas porções mais friáveis.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista sob Licença Creative Commons