Além de um Diálogo Reservado com as Estrelas: O Processo de Formação e Transformação do Terraço Jardim ao Telhado Verde

Mario de Oliveira Saleiro Filho, Luiz Augusto dos Reis-Alves, Adriana Soares de Schueler, Sylvia Meimaridou Rola

Resumo


Um dos paradigmas da nova arquitetura [moderna] voltada para o século XX foi os cinco pontos da arquitetura, propostos pelo arquiteto Le Corbusier na década de 20 (vinte), a saber: planta livre de estrutura; construção sobre pilotis; terraço jardim; fachada livre e janela em fita. Nosso foco está centrado no processo de formação e transformação do terraço jardim, desde sua concepção de caráter formal e funcional, até consolidar-se no âmbito ambiental, no sentido de contemplar um balanço hídrico capaz de contribuir positivamente na drenagem pluvial das grandes cidades. Recorreremos aos saberes de Marc Bloch, quando cita que “para entendermos o presente precisamos estudar o passado”, pois objetivamos sublinhar um breve discurso diacrônico sobre os terraços jardins.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista sob Licença Creative Commons