Variabilidade espacial da produtividade de sorgo e atributos físicos em um Planossolo.

Rafael Montanari, Elói Panachuki, Lenon Henrique Lovera, Israel Souza Oliveira, Carolina dos Santos Batista Bonini

Resumo


O cultivo do sorgo (Sorghum bicolor L. Moench) para produção de silagem vem aumentado na região Centro-Oeste do Brasil. A capacidade produtiva desta cultura pode ser influenciada pelos atributos físicos do solo, como resistência do solo à penetração - RP; densidade do solo - DS; umidade gravimétrica – UG e umidade volumétrica – UV, os quais estando com valores adequados ao desenvolvimento do sistema radicular, interferem positivamente na produtividade da cultura. Objetivando-se estudar a variabilidade espacial e correlações lineares entre a produtividade do sorgo para forragem e atributos físicos do solo, realizou-se um experimento em um Planossolo na cidade de Miranda, MS. As variáveis analisadas foram biomassa verde
da forragem (MVF), RP, UG, UV e DS, coletadas aleatoriamente, em área demarcada com o uso de um receptor GPS, sendo amostrados 51 pontos com espaçamentos irregulares. Os atributos estudados (solo e planta), além de terem correlação espacial,
apresentaram variabilidade dos dados entre média e alta e seguiram padrões espaciais bem definidos, com alcance entre 130,0 e 352,0 m. A RP e UG foram bons indicadores da qualidade física do solo, quando destinado à produtividade da MVF de sorgo.

Palavras-chave


manejo do solo, qualidade física do solo, sustentabilidade agrícola, Sorghum bicolor.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v7i3.1296

Direitos autorais

Revista Agroambiente On-line ISSN 1982-8470 (online), www.agroambiente.ufrr.br. E-mail: agroambiente@ufrr.br. Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 3.0 Brasil.