Atributos químicos de um Neossolo Regolítico distrófico em função das doses e tempos de aplicação de vinhaça.

Renato Paiva de Lima, Mario Monteiro Rolim, Mara Suyane Marques Dantas, Andréa Raquel Fernandes Carlos da Costa, Anamaria de Sousa Duarte, Anderson Rodrigo da Silva

Resumo


A vinhaça é um resíduo proveniente do processo de destilação do álcool, rico em matéria orgânica e nutrientes e, por isso, é muito utilizado para fertirrigação nos próprios canaviais. Entretanto, se aplicado em doses excessivamente altas pode desequilibrar o complexo sortivo do solo e, se descartado indiscriminadamente no solo, pode trazer sérios riscos ao ambiente. Objetivou-se avaliar o efeito de doses crescentes de vinhaça (0; 59; 119; 237 e 474 m3 ha-1) e diferentes tempos de incubação (30 e 60 dias) nos atributos químicos de um Neossolo Regolítico distrófico. Durante o estudo, foram avaliadas as seguintes
variáveis: condutividade elétrica do extrato de saturação do solo (CEes), pH e teores de K+ e Na+ trocáveis do solo. Ao final do estudo, foi possível concluir que os tempos de incubação de vinhaça no solo só afetaram significativamente as variáveis estudadas quando foi utilizada a maior dose de tal resíduo. Os teores de K+ e Na+ presentes no solo foram influenciados
significativamente em decorrência da aplicação das doses crescentes de vinhaça, entretanto o pH e a CEes foram pouco afetados independente das doses utilizadas deste resíduo. A aplicação das lâminas de lixiviação provocou maior lixiviação de K+ do que
Na+ do solo, fato que pode ocasionar a sodicidade do solo em função da aplicação de altas doses de vinhaça.

Palavras-chave


Cana-de-açúcar. Biofertilizante. Potássio. Sódio.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18227/1982-8470ragro.v7i3.1086

Direitos autorais

Revista Agroambiente On-line ISSN 1982-8470 (online), www.agroambiente.ufrr.br. E-mail: agroambiente@ufrr.br. Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-SemDerivações-SemDerivados 3.0 Brasil.