ENSINO REMOTO EM TEMPOS DE COVID-19: APLICAÇÕES E DIFICULDADES DE ACESSO NOS ESTADOS DO PIAUÍ E MARANHÃO

Manoel Cícero Ribeiro Junior, Luciano Silva Figueiredo, Dalila Coragem Alves de Oliveira, Márcia Percília Moura Parente, Jeisy dos Santos Holanda

Resumo


A presente pesquisa busca analisar as transformações decorridas com o impacto da COVID-19 no setor educacional, analisando os empecilhos para a efetivação da aprendizagem, porque o Brasil, assim como, inúmeros países passaram a desenvolver ações de ensino-aprendizagem alternativas que implicam nos diferentes níveis educacionais. Para alcançar os resultados neste artigo, nossa pesquisa observou a visão do/a professor/a quanto a realidade educacional vigente em dois estados da federação brasileira, Piauí e Maranhão, identificando os números que atestam sobre o acesso a internet no Estado brasileiro, a fim de se discutir possíveis políticas públicas educacionais e emergenciais para a garantia do ensinar e aprender, em que as referências realçam o fortalecimento da educação a distância (EAD) no ensino básico, buscando entender como o confinamento resultante desse flagelo afeta as atividades laborativas dos docentes da educação básica nos estados pesquisados, e, assim, compreender como os órgãos administrativos têm agido para diminuir os efeitos negativos desse sistema de ensino. Como estratégia científica utilizamos ferramentas digitais de comunicação, em especial o WhatsApp e o Google Formulários, porque esses recursos potencializaram o alcance dos resultados. Desse modo, os dados apanhados foram tabulados e analisados, com o apoio de gráficos, sustentando-se numa abordagem quali-quantitativa. As análises possibilitaram concluir que há uma incipiência na apropriação das tecnologias digitais, pois os professores não foram capacitados para trabalhar com TICs.


Palavras-chave


Educação Remota; Estudante; Professor; Tecnologias Digitais.

Texto completo:

PDF

Referências


ARRUDA, Eucidio Pimenta. “Educação remota emergencial: elementos para políticas públicas na educação brasileira em tempos de Covid-19”. EmRede - Revista de Educação a Distância, vol. 7, n. 1, 2020.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 1977.

BERTOLLI, Claudio. “A gripe espanhola na Bahia: saúde, política e medicina em tempos de epidemia”. Cadernos de Saúde Pública, vol. 26, n. 2, 2010.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Planalto, 1988. Disponível em: . Acesso em: 07/09/2020.

BRASIL. Decreto nº 5.622, de 19 de dezembro de 2005. Disponivel em: . Acesso em: 1 jul. 2020.

BRASIL. LDB: Lei de diretrizes e bases da educação nacional. 2. ed. Brasília: Senado Federal, 1996. (Coordenação de Edições Técnicas).

BRASIL. Medida provisória nº 936, de 1º de abril de 2020. Disponivel em: . Acesso em: 29 Jun. 2020.

BRASIL. Comitê Gestor da Internet no Brasil. Pesquisa sobre o uso das tecnologias da informação e da comunicação no brasil. Edição especial comemorativa de 5 anos. São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde. Resposta nacional e internacional de enfrentamento ao novo coronavírus. Brasília: Ministério da Saúde, 2019. Disponível em: . Acesso em: 07/09/2020.

CARVALHO, Leilanir de Sousa et al. “O impacto do isolamento social na vida das pessoas no período da pandemia COVID-19”. Research, Society and Development, vol. 9, n. 7, 2020.

COSTA, Barbara Silva. “Educação a distância e ensino jurídico no brasil: um debate necessário”. Revista de Pesquisa e Educação Jurídica, vol. 4, n. 1, 2018.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17ª edição. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1987.

FREITAS NETO, Fernando Fonseca de. “A precariedade do teletrabalho no contexto da era informacional”. International Journal of Development Research, vol. 10, n. 5, 2020.

GAMA, Sanda Christina Silveira. Transformação do processo educativo por meio de E-learning: estratégias, desafios e visão dos trabalhadores da área de gestão de pessoas. Lisboa: Nova Lisboa, 2017.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5ª edição. São Paulo: Editora Atlas, 2010.

GONZALEZ, Teresa et al. “Influence of COVID-19 confinement in students’ performance in higher education”. ArXiv preprint arXiv:2004.09545 [04/20/2020]. Disponível em: . Acesso em: 28/07/2020.

GOULART, Adriana da Costa. Revisitando a espanhola: a gripe pandêmica de 1918 no Rio de Janeiro. História, ciências, saúde-Manguinhos, vol. 12, n. 1, 2005.

HARARI, Yuval Noah. Homo Deus: uma breve história do amanhã. São Paulo: Companhia das Letras, 2016.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pnad Continua TIC. Rio de Janeiro: IBGE, 2018.

KIM, Soyoung et al. “School opening delay effect on transmission dynamics of coronavirus disease 2019 in Korea: based on mathematical modeling and simulation study”. Journal of Korean medical science, vol. 35, n. 13, 2020.

LAROCCA, Priscila; ROSSO, Ademir José; SOUZA, Audrey Pietrobelli de. “A formulação dos objetivos de pesquisa na pós-graduação em Educação: uma discussão necessária”. Revista Brasileira de Pós-Graduação, vol. 2, n. 3, 2005.

LEAL, Frederico Franklin Albuquerque et al. “Análise do perfil do professor de EAD frente à E-competencia”. Anais do XVII Colóquio Internacional de Gestão Universitária. Mar Del Plata: UFSC, 2017.

LÉVY, Pierre. As Tecnologias da Inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. 2ª edição. Rio de Janeiro: Editora 34, 2010.

LIMA, Francisca das Chagas Silva; MOURA, Maria da Glória Carvalho. “A formação continuada de professores como instrumento de ressignificação da prática pedagógica”. Linguagens, Educação e Sociedade, vol. 1, n. 1, 2018.

MARQUES, Ronualdo. “A ressignificação da educação e o processo de ensino e aprendizagem no contexto de pandemia da COVID-19”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 3, n. 7, 2020.

MARTINS, José Geovânio Buenos Aires “Formação e profissionalização docente”. Caderno Intersaberes, vol. 9, n. 17, 2020a.

MARTINS, José Geovânio Buenos Aires et al. “Métodos de aprendizagem, tecnologias educacionais e o desenvolvimento da escrita e oralidade em Língua Estrangeira Moderna: contribuições para à aprendizagem”. Babel: Revista Eletrônica de Línguas e Literaturas Estrangeiras, vol. 10, n. 1, 2020b.

MARTINS, Ronei Ximenes. “A covid-19 e o fim da educação a distância: um ensaio”. EmRede-Revista de Educação a Distância, vol. 7, n. 1, 2020.

MORAN, José. “A EAD no Brasil: cenário atual e caminhos viáveis de mudança”. Educação Transformadora [07/02/2014]. Disponível em: . Acesso em: 07/09/2020.

NASCIMENTO, Dilene Raimundo do; SILVA, Matheus Alves Duarte da. “A peste bubônica no Rio de Janeiro e as estratégias públicas no seu combate (1900-1906)”. Territórios e Fronteiras, vol. 6, n. 2, 2013.

NEVES, Carmen Moreira de Castra. “O desafio contemporâneo da Educação a Distancia”. Em Aberto, vol. 16, n. 70, 1996.

OLIVEIRA, Joana. “A crise do coronavírus”. El País [09/07/2020]. Disponível em: . Acesso em: 07/09/2020.

OLIVEIRA, Miriam Preissler de. “Políticas públicas em tecnologias educacionais”. Revista Brasileira de Tecnologias Sociais, vol. 5, n. 2, 2018.

ORTIZ, Edilson; BIROLLI, Sílvio Luís. “O acidente do trabalho e as responsabilidades do empregador”. Revista Interfaces: ensino, pesquisa e extensão, vol. 1, n. 1, 2009.

OXFORD, John. “Pandemias são como vulcões”. Ciência hoje, vol. 25, n. 149, 1999.

PAULA, Marly de Fátima de; RIBAS, João Luiz Coelho. “A epidemiologia da influenza a (H1N1)”. Caderno Saúde e Desenvolvimento, vol. 6, n. 4, 2015.

PORSSE, Alexandre A. et al. “Impactos Econômicos da COVID-19 no Brasil”. Nota Técnica NEDUR-UFPR, vol. 1, abril, 2020.

ROMANOWSKI, Joana Paulin. Formação e profissionalização docente. 3a edição. Curitiba: Ibpex, 2007.

RIBEIRO JÚNIOR, Manoel Cícero et al. “Evolução biológica e criacionismo: vivência e discussão entre alunos do ensino médio”. Research, Society and Development, vol. 9, n. 7,. 2020.

SAMPAIO, Renata Maurício. “Práticas de ensino e letramentos em tempos de pandemia da COVID-19”. Research, Society and Development, vol. 9, n. 7, 2020.

SENHORAS, E. M. “A pandemia do novo coronavírus no contexto da cultura pop zumbi”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 1, n. 3, 2020.

SILVA, Matheus Alves Duarte da. “Estratégias públicas no combate à peste bubônica no Rio de Janeiro (1900-1906)”. Anais do XIV Encontro Regional da ANPUH-RIO Memória e Patrimônio. Rio de Janeiro: UNIRIO, 2010.

SOUZA NETO, Alaim. “Subjetividades esquecidas na formação de professores: a insegurança dos professores no uso das tecnologias digitais na escola”. Revista Intersaberes, vol. 13, n. 28, 2018.

TAPSCOTT, Don. Geração Digital: a crescente e irreversível ascensão da geração ‘Net’. São Paulo: Makron, 1999.

UNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Disrupção educacional e resposta COVID-19. Paris: UNESCO, 2020.

VERGNA, Márcia; SILVA, Antônio. “Formação dos professores para o uso das tecnologias da informação e comunicação”. Revista Intersaberes, vol. 13, n. 28, 2018.

VIDAL, Eloisa Maia; MAIA, José Everaldo Bessa. Introdução à educação a Distância. Fortaleza: RDS, 2010.

WANG, Jia; WANG, Zhifeng. “Análise dos pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças (SWOT) da estratégia de prevenção e controle da China para a epidemia COVID-19”. International Journal of Environmental Research and Public Health, vol. 17, n. 7, 2020.

XIAO, Wu et al. “Covid-19 and student focused concerns: threats and possibilities”. medRxiv, v. 26, n. 5, 2020.

ZANONA, Paula Lima. “Cyberbullying no Brasil e em Portugal”. In: BLUM, O. (org.). Direito digital. São Paulo: Edições LCT, 2017.

ZUIN, Antonio Alvaro Soares. “Educação a distância ou educação distante? O programa universidade aberta do Brasil, o tutor e o professor virtual”. Educação & Sociedade, Campinas, vol. 27, n. 96, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.5281/zenodo.4018034

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Boletim de Conjuntura (BOCA)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Boletim de Conjuntura (BOCA)      ISSN: 2675-1488

Caixa postal 253. Praça do Centro Cívico. Boa Vista, RR, Brasil. CEP 69301-970.