DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO: UMA ANÁLISE DA DISTRIBUIÇÃO DE RIQUEZA E SEU IMPACTO SOCIAL.

Jose Antonio Marcelino, Andrey Monteiro

Resumo


A distribuição das riquezas geradas por empresas pode afetar a realidade socioeconômica local, haja vista que esses recursos serão distribuídos à população, melhorando assim a qualidade de vida dos indivíduos. Seguindo essa linha, a presente pesquisa tem como objetivo analisar a relação entre a distribuição de riqueza demonstrada na DVA das empresas de capital aberto e o IFDM dos municípios sede dessas empresas. Para alcançar esse objetivo, foi feita uma análise das DVAs de empresas de capital aberto listados na BM&FBovespa, que atuam em um único município e o IFDM dos municípios sede dessas empresas. A amostra é composta por 20 empresas que possuem atividade econômica focada em apenas um município. Com base no coeficiente de correlação de postos de Spearman, foi possível verificar que o coeficiente de correlação entre a riqueza distribuída pelas empresas e o IFDM dos municípios, em todas as suas categorias é muito baixo, sendo assim considerado inexistente. Com a analise dos resultados, foi possível concluir que o valor adicionado, demonstrado na DVA como distribuído a todos os stakeholders, não está associado com os Índices FIRJAM de desenvolvimento municipal da amostra da pesquisa.

Palavras-chave


BM&FBovespa; DVA; IFDM.

Texto completo:

PDF

Referências


COSTA, C. L. O. GUIMARÃES, T. R. MELLO, L. C. B. B. “Os possíveis benefícios gerados pela obrigatoriedade da publicação da demonstração do valor adicionado pelas empresas de capital aberto”. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, vol. 18, n. 3, 2013.

CPC - Comitê de Pronunciamentos Contábeis. “Pronunciamento Técnico CPC n. 9: Demonstração do Valor Adicionado”. Portal Eletrônico do CPC [2008]. Brasília: CPC, 2008. Disponível em: . Acesso em: 07/09/2019.

CUNHA, M. F.; OLIVEIRA, M. S.; RECH, I. J. “Relação entre a distribuição de riqueza apresentada na DVA e o IDH-M dos municípios sede de empresas abertas”. Anais do XV Congresso USP: Controladoria e Contabilidade. São Paulo: USP, 2015.

CUNHA, J. V. A.; RIBEIRO, M. S.; SANTOS, A. “A demonstração do valor adicionado como instrumento de mensuração da distribuição da riqueza”. Revista Contabilidade & Finanças USP, n. 37, Janeiro/Abril, 2005.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4ª edição. São Paulo: Editora Atlas, 2002.

FIRJAN - Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro. “Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal 2018”. Portal Eletrônico da FIRJAN [2018]. Disponível em: . Acesso em: 07/09/2019.

MARCELINO, J. A.; DE SOUZA, A. B. “Análise das demonstrações contábeis: um comparativo entre as cooperativas de crédito SICREDI e SICOOB”. Brazilian Journal of Business, vol. 2, n. 1, 2020.

MANDAL, N.; GOSWAMI, S. “Value Added Statement (VAS) – A Critical Analysis. A case study of Bharat Heavy Electricals Limited”. Great Lakes Herald, vol. 2, n. 2, 2008.

MARION, J. C. Contabilidade Empresarial. 16ª edição. São Paulo: Editora Atlas, 2012.

MAROLLI, G. Desenvolvimento local: um estudo baseado na importância das micro e pequenas empresas no município de Pitanga/PR (Dissertação de Mestrado em Desenvolvimento Regional). Canoinhas: Universidade do Contestado, 2011.

SANTOS, A. Demonstração contábil do valor adicionado – DVA – Um instrumento para medição da geração e distribuição de riqueza das empresas (Tese de Livre Docência). São Paulo: USP, 1999.

SANTOS, A.; HASHIMOTO, H. “Demonstração do valor adicionado: algumas considerações sobre carga tributária”. Revista de Administração - RAUSP, vol. 38, abril, junho, 2003.

PRODANOV, C. C. FREITAS, E. C. Metodologia do Trabalho Científico: Métodos e Técnicas da Pesquisa e do Trabalho Acadêmico. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

VAN STADEN C. J. “Revisiting the Value Added Statement: To publish or Not to publish”. Proceedings of the 12th Asian Pacific Conference on International Accounting issues, October, 2000.

VAN STADEN, C. VORSTER, Q. “The usefulness of the value added statement: a review of the literature”. Meditari Accountancy Research, vol. 6, 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.5281/zenodo.3815009

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Boletim de Conjuntura (BOCA)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Boletim de Conjuntura (BOCA)      ISSN: 2675-1488

Caixa postal 253. Praça do Centro Cívico. Boa Vista, RR, Brasil. CEP 69301-970.