GESTÃO CULTURAL NA BAIXADA FLUMINENSE: DUQUE DE CAXIAS E SUA AUTONOMIA CULTURAL

Marlon Santos Dias

Resumo


O presente ensaio visa trazer ao debate a gestão cultural de Duque de Caxias, pertencente a Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, evidenciando a autonomia popular da Sociedade Civil no processo de desenvolvimento cultural na cidade.


Palavras-chave


Baixada Fluminense; Duque de Caxias; Política Cultural.

Texto completo:

PDF

Referências


DIAS, M. “Gestão cultural na Baixada Fluminense: Uma análise das Políticas Públicas no Município de Duque de Caxias – RJ”. Academia Website [2019]. Disponível em: Acesso em: 11/04/2020.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. “Produto Interno dos Municípios – Duque de Caxias”. Portal Eletrônico do IBGE [2016]. Disponível em . Acesso em 03/06/2019.

LIMA, L.; ORTELLADO, P.; SOUZA, P. O que são as políticas culturais? Uma revisão crítica das modalidades de atuação do estado no campo da cultura. Rio de Janeiro: Fundação Casa, 2013.

MIRAFTAB, F. “Insurgência, planejamento e a perspectiva de um urbanismo humano”. Revista Brasileira de Estudos Urbanos e Regionais, vol. 18, n. 3, 2016.

RICHARD, N. “Globalización académica, estudios culturales y crítica latino-americana”. In. MATO, D. (comp.). Cultura, política y sociedad. Buenos Aires: CLACSO, 2005.

SECCHI, L. Políticas Públicas: conceitos, esquemas de análise, casos práticos. São Paulo: Cengage Learning, 2013.




DOI: http://dx.doi.org/10.5281/zenodo.3748864

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Boletim de Conjuntura (BOCA)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Boletim de Conjuntura (BOCA)      ISSN: 2675-1488

Caixa postal 253. Praça do Centro Cívico. Boa Vista, RR, Brasil. CEP 69301-970.