PANDEMIA DA COVID-19 E A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NO BRASIL E EM RORAIMA

Beatriz dos Santos Oliveira, Francisleile Lima Nascimento

Resumo


A presente pesquisa aborda a temática da violência doméstica refletindo sobre a vulnerabilidade feminina no contexto das medidas de confinamento e distanciamento social e o aumento da violência doméstica contra mulher. Nesse sentido, o presente estudo tem como objetivo geral analisar o aumento do índice de feminicídio e da violência doméstica durante a pandemia do novo coronavírus no Brasil e Roraima. Sendo assim, a pesquisa se caracteriza como descritiva, bibliográfica, e qualitativa, sob uma abordagem metodológica sistêmica, de caráter exploratório, pois busca analisar os fatores que podem contribuir com o aumento da violência doméstica contra mulher durante a pandemia do novo coronavírus. Dessa forma, as literaturas são enfáticas em mencionar que as mulheres se tornaram vulneráveis nesse período, pois as redes de enfrentamento à violência contra as mulheres ficaram praticamente sem funcionalidades e as mulheres coagidas pelo confinamento.


Palavras-chave


Brasil; COVID-19; legislação; mulher; Roraima. violência doméstica.

Texto completo:

PDF

Referências


BATELLA, W. B. Análise espacial dos condicionantes da criminalidade violenta no Estado de Minas Gerais – 2005: contribuições da Geografia do Crime. Dissertação (Mestrado em Tratamento da Informação Espacial). Belo Horizonte: Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, 2008.

BEVILACQUA, P. D. “Mulheres, violência e pandemia de novo coronavírus”. Agência Fiocruz de Notícias [2020]. Disponível em: . Acesso em: 16/10/2020.

BIANQUINI, H. “Combate à violência doméstica em tempos de pandemia: o papel do Direito”. Portal Eletrônico CONJUR. Revista Consultor Jurídico [24/04/2020]. Disponível em: . Acesso em: 14 set. 2020.

BRASIL. Lei n. 11.340, de 7 de agosto de 2006. Disponível em: . Acesso em: 14/09/2020.

BRASIL. Lei n. 14.022, de 7 de julho de 2020. Disponível em: . Acesso em: 14/09/2020.

BRASIL. Lei Maria da Penha (2006) - Lei Maria da Penha e Legislação Correlata. Brasília: Senado Federal, Subsecretaria de Edições Técnicas, 2011.

BRASIL, K. et al. “Um vírus e duas guerras: Mulheres enfrentam em casa a violência doméstica e a pandemia da Covid-19”. Portal Eletrônico PONTE [18/06/2020]. Disponível em: . Acesso em: 14/09/ 2020.

CARVALHO, E. C. “Lei do feminicídio e Lei Maria da Penha: instrumentos legais ainda insuficientes para coibir a violência contra a mulher?”. Revista Jus Navigandi, março de 2020. Disponível em: . Acesso em: 14/09/2020.

CAVALCANTI, L. F. “Impacto da Violência sobre a Saúde Mulheres”. Anais do Seminário: Pessoas em situação de Violência. Rio de Janeiro: UFRJ, 2018.

FIORATTI, C. “Sim, o coronavírus veio da natureza – e não de um laboratório”. Revista Super Interessante [07/04/2020]. Disponível em: . Acesso em: 14/09/2020.

FIRMIDA, M. “Coronavírus: que vírus é este?”. SOPTERJ [2020]. Disponível em: . Acesso em: 14/09/2020.

FRANCISCO FILHO, L. L. Distribuição espacial da violência em Campinas: uma análise por geoprocessamento (Tese de Doutorado em Geografia). Rio de Janeiro: UFRJ/IG, 2004.

G1. “Brasil chega a 136.565 mortes por Covid e passa de 4,5 milhões de casos”. G1 – São Paulo [19/09/2020]. . Acesso em: 20/09/2020.

G1. “Roraima registra aumento em casos de violência doméstica no primeiro semestre”. G1 [16/09/2020]. . Acesso em: 20/09/2020.

GALDINO, L. COVID 19 - proposta metodológica de mapeamento, monitoramento e ações para Roraima. Boa Vista-RR: LAPLAC/UERR, 2020.

MARANHÃO, R. A.; SENHORAS, E. M. “Orçamento de Guerra no enfrentamento à COVID-19: entre manobras parlamentares e batalhas políticas”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 2, n. 6, 2020.

MARQUES, E. S. et al. “A violência contra mulheres, crianças e adolescentes em tempos de pandemia pela COVID-19: panorama, motivações e formas de enfrentamento”. Revista Cadernos de Saúde Pública, v. 36, 2020.

MOREIRA, V.; BORIS, G. D. J. B.; VENÂNCIO, N. “O estigma da violência sofrida por mulheres na relação com seus parceiros íntimos”. Revista Psicologia & Sociedade, vol. 23, n. 2, 2011.

NASCIMENTO, F. L. “Cemitério X Novo Coronavírus: Impactos da Covid-19 na Saúde Pública e Coletiva dos mortos e dos vivos”. Revista Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 2, n. 4, 2020.

NUCCI, G. S. “Alterações na Lei Maria da Penha trazem resultado positivo”. Revista Consultor Jurídico [18/05/2019]. Disponível em: . Acesso em: 14 set. 2020.

PORTAL RORAIMA1. “Violência doméstica aumenta 20% e acende sinal de alerta em Roraima. Policia”. Portal Roraima1 [08/04/2020]. Disponível em: . Acesso em: 14/09/2020.

RORAIMA. Governo do Estado de Roraima. Boletim Epidemiológico nº 233. Boa Vista: Secretaria de Estado da Saúde, 2020. Disponível em: . Acesso em: 23/09/2020.

RORAIMA EM TEMPO. “Quase 130 ocorrências de violência doméstica foram registradas em RR durante isolamento social”. Portal Roraima em Tempo [09/04/2020]. Disponível em: . Acesso em: 14/09/2020.

SANTOS, F. H. Uma análise estatístico-espacial da violência doméstica e familiar contra a mulher em Belo Horizonte – Minas Gerais. (Dissertação de Mestrado em Tratamento da Informação Espacial). Belo Horizonte: Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, 2011.

SENHORAS, C. A. B. M.; SENHORAS, E. M. Trinta anos de Delegacia da Mulher em Boa Vista (1986-2016). Boa Vista: Editora da UFRR, 2019.

SENHORAS, E. M.; GOMES, M. L. “COVID-19 nos municípios de Roraima”. Revista Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 3., n. 9, 2020.

WAISELFISZ, J. J. Mapa da violência 2015: homicídio de mulheres no Brasil. Brasília: Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.5281/zenodo.4095357

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Boletim de Conjuntura (BOCA)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Boletim de Conjuntura (BOCA)      ISSN: 2675-1488

Caixa postal 253. Praça do Centro Cívico. Boa Vista, RR, Brasil. CEP 69301-970.