A LÓGICA COMPOSICIONAL DOS SONHOS DO TERCEIRO REICH: UMA EXPERIÊNCIA VISIONÁRIA

Caio César Costa Santos

Resumo


O que há por trás da lógica dos sonhos? Esta é a temática central deste artigo. Partindo–se da obra: A interpretação dos sonhos de Freud ([1900] 2014), pretendo assinalar alguns pontos no tocante à lógica composicional que há por trás dos sonhos. Esta, portanto, é a primeira parte do presente artigo. Na segunda parte, pretendo expor alguns relatos de sonhos do Terceiro Reich capturados por Charlotte Beradt ([1966] 2017) na obra Os sonhos no Terceiro Reich. O leitor perceberá como estes relatos de sonhos são tão vívidos, realísticos e, ao mesmo tempo, sombrios e premonitórios. Com a análise destes sonhos, concluo que os sonhos são a porta de entrada para compreender os paradoxos e as possíveis relações com o mundo real do sonhante. E, por fim, saliento que a lógica dos sonhos é possivelmente errática e difusa, embora seja possível interpretar os sonhos partindo–se desta apreensão errática das imagens oníricas.


Palavras-chave


Lógica. Sonhos. Terceiro Reich.

Texto completo:

PDF

Referências


BERADT, C. Os sonhos no Terceiro Reich. São Paulo: Três estrelas, 2017.

BERGSON, H. “O sonho”. In: BERGSON, H. A energia espiritual. São Paulo: Martin Fontes, 2009.

DUNKER, C. “O sonho como ficção e o despertar do pesadelo”. In: BERADT, C. Os sonhos no Terceiro Reich. São Paulo: Três estrelas, 2017.

FREUD, S. A interpretação dos sonhos. São Paulo: Editora Lafonte, 2014.

RIBEIRO, S. O oráculo da noite: a história e a ciência do sonho. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.5281/zenodo.4252698

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Boletim de Conjuntura (BOCA)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Boletim de Conjuntura (BOCA)      ISSN: 2675-1488

Caixa postal 253. Praça do Centro Cívico. Boa Vista, RR, Brasil. CEP 69301-970.