REFLEXÕES SOBRE A QUESTÃO DAS DROGAS, RACISMO E PANDEMIA

Aline Cristina da Paixão Costa

Resumo


O presente artigo, visa trazer reflexões a respeito da questão drogas, o racismo e pandemia no atual contexto pandêmico de banalização da vida. Nesse sentido, o atual cenário da COVID-19, trouxe diversos impactos de níveis sociais, políticos e econômicos em todo o planeta. Ser tratando do Brasil, o contexto da pandemia vai ser articular com a crise estrutural do capitalismo vivenciada nos últimos anos, trazendo como impactos os desmontes da política de saúde mental e atenção álcool e outras drogas, contribuindo para o adoecimento em massa, em especial das populações oriunda das favelas, onde ser encontram nas margens do processo de subalternidade que além da falta de acesso as políticas públicas convivem com o duplo terror: o medo da COVID-19 e medo da violência policial legitimada pela guerra as drogas dentro desses territórios.


Palavras-chave


COVID-19; drogas; pandemia; racismo.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, K. E.; LIMA, E. S. “Dificuldades de jovens sem vínculo formal de emprego durante a pandemia da COVID-19: Limites do empreendedorismo em tempos de crise”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol.3, n. 9, 2020.

ALBURQUEQUE, C. S. Drogas, “questão social” e Serviço Social: respostas teórico políticas da profissão (Tese de Doutorado em Serviço Social). Rio de Janeiro: UFRJ, 2018.

ALBURQUEQUE, C. S. (org.). Drogas e Proteção Social: os desafios da intersetorialidade. Fortaleza: Editora Expressão Gráfica, 2016.

BOLETIM DE OLHO NO CORONA. “Os impactos da pandemia na saúde mental da população da Maré”. Redes da Maré, n. 14, 2020.

BRASIL. Emenda Constitucional nº 95, de 15 de dezembro de 2016. Disponível em: . Acesso em: 14/11/2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Comissão Intergestores Tripartite (CIT). Resolução nº 32, de 14 de dezembro de 2017. Brasília: Ministério da Saúde, 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Nota Técnica nº.11/2019. Brasília: Ministério da Saúde, 2019.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 188, de 3 de fevereiro de 2020. Brasília: Ministério da Saúde, 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria GM/MS nº 3.588, de 21 de dezembro de 2017. Brasília: Ministério da Saúde, 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução do CONAD n.º 1, de 13 de março de 2018. Brasília: Ministério da Saúde, 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução do CONAD nº 3, de 24 de julho de 2020. Brasília: Ministério da Saúde, 2020.

CERQUEIRA, A.S.; PINTO, M.B. “Reflexões sobre a pandemia da COVID-19 e o capitalismo”. Revista Libertas, vol. 20, n. 1, 2020.

FERRUGEM, D. Guerra às drogas e a manutenção da hierarquia racial (Dissertação de Mestrado em Serviço Social). Porto Alegre: PUCRS, 2018.

FIOCRUZ. “Impactos sociais, econômicos, culturais e políticos da pandemia”. Portal Eletrônico da FIOCRUZ [2020]. Disponível em: . Acesso em: 30/09/2020.

GONZALES, L. “Racismo e sexismo na cultura brasileira”. Revista Ciências Sociais Hoje, 1984.

FIOCRUZ - Fundação Oswaldo. Boletim Socioepidemiológico da covid-19 nas favelas: Análise da frequência, incidência, mortalidade e letalidade por covid-19 em favelas cariocas, n. 1. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 2020.

GOUVEIA, M. M. “A culpa da crise não é do vírus”. In: MOREIRA, E. et al. (orgs.). Em tempos de pandemia: propostas para a defesa da vida e de direitos sociais. Rio de Janeiro: UFRJ, 2020.

IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Boletim de Mercado de Trabalho: conjuntura e análise, n. 69. Brasília: IPEA, 2020.

IPEA - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. “Políticas Públicas e Violência baseada no gênero durante a pandemia da COVID-19: Ações presentes, ausentes e recomendadas”. Nota técnica, n. 78, junho, 2020.

LARA, R. “Pandemia e Capital: as repercussões da covid-19 na reprodução social”. Revista Libertas, vol. 20, n. 1, 2020.

PAULA, L.G.P. “Conjuntura de uma pandemia e o que ainda está por vir: impactos e estratégias possíveis”. Revista Serviço Social em Perspectiva, vol. 4, n. 2, 2020.

SCHEFFER, G.; QUIXABA, A. “Trabalho, Estigmas e Uso de Drogas: Encruzilhadas da inserção ao mercado atual”. Revista Serviço e Realidade, vol. 4, 2015.

SENHORAS, E. M. “COVID-19 e os padrões das relações nacionais e internacionais”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 3, n. 7, 2020.

SILVA, C. M. A. “Covid-19 e necropolítica na conjuntura brasileira”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 2, n. 6, 2020a.

SILVA, A. E. A. “análise de discurso na revista Veja: o processo de legitimação discursivo-midiática do golpe de 2016”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 4, n. 11, 2020b.

VOZ DAS COMUNIDADES. “Painel da Covid-19 nas favelas”. Portal Eletrônico Voz das Comunidades [2020]. Disponível em:< https://painel.vozdascomunidades.com.br/> acesso em: 21 de agosto de 2020.




DOI: http://dx.doi.org/10.5281/zenodo.4274316

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Boletim de Conjuntura (BOCA)

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Boletim de Conjuntura (BOCA)      ISSN: 2675-1488

Caixa postal 253. Praça do Centro Cívico. Boa Vista, RR, Brasil. CEP 69301-970.