Anomalias no Mercado de Capitais: um Estudo Bibliométrico

João Guilherme Magalhães-Timotio, Francisco Vidal Barbosa

Resumo


A teoria de Finanças possui atualmente duas linhas de pesquisas principais, a “Moderna Teoria de Finanças”, estruturada a partir de alguns pressupostos como a hipótese dos mercados eficientes, que é baseada na racionalidade das decisões tomadas pelos agentes do mercado. E as “Finanças Comportamentais”, estruturada a partir da racionalidade limitada das decisões dos agentes do mercado, que por sua vez, podem provocar a ocorrência de anomalias – comportamentos inesperados nos preços dos ativos, que podem ser explorados por investidores em busca de retornos anormais, ou seja, superiores aos riscos incorridos. Neste estudo, investigou-se a produção científica sobre as anomalias no mercado de capitais. Isso é relevante tanto para a orientação de pesquisadores iniciantes, quanto no fornecimento de insights para pesquisadores experientes. Fez-se uma análise bibliométrica a partir da base de dados da Scopus. Foram 392 documentos identificados, sendo 387 artigos de periódicos e 5 artigos de conferências. O primeiro trabalho é do ano de 1992 e o último é do ano de 2018. Identificou-se um crescimento da pesquisa sobre a temática a partir do ano de 2009, isso pode ser efeito da crise financeira mundial que jogou luz à alguns questionamentos sobre os principais paradigmas da teoria de finanças. Também, levantou-se informações sobre os autores, suas redes e a lei de Lotka (produtividade dos pesquisadores), instituições, origem dos documentos, principais periódicos e suas redes, a lei de Bradford (produtividade dos periódicos), informações sobre documentos, como as principais referências e lei de Zipf (termos mais frequentes).

Palavras-chave


Anomalias de Mercado; Produção Científica; Análise bibliométrica.

Texto completo:

PDF

Referências


Araújo, C. A. (2006). Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em questão, 12(1), 11-32.

Bradford, S. C. (1934). Sources of information on specific subjects. Engineering, 137, 85-86.

Bruni, A. L., & Famá, R. (1998). Eficiência, previsibilidade dos preços e anomalias em mercados de capitais: teoria e evidências. Caderno de Pesquisas em Administração, 1(7), 71-85.

Elango, B., & Rajendran, P. (2012). Authorship trends and collaboration pattern in the marine sciences literature: a scientometric study. International Journal of Information Dissemination and Technology, 2(3), 166.

Fama, E. F. (1970). Efficient capital markets: A review of theory and empirical work. The journal of Finance, 25(2), 383-417.

Fama, E. F. (1991). Efficient capital markets: II. The journal of finance, 46(5), 1575-1617.

Fama, E. F., & Kenneth, R. (1997). French, 1993, Common risk factors in the returns on bonds and stocks. Journal of Financial Economics, 33(1), 3-56.

Haugen, R. A. (1999). The inefficient stock market: What pays off and why. Prentice Hall.

Hood, W., & Wilson, C. (2001). The literature of bibliometrics, scientometrics, and informetrics. Scientometrics, 52(2), 291-314.

Huot, C., Quoniam, L., & Dou, H. (1992). A new method for analysing downloaded data for strategic decision. Scientometrics, 25(2), 279-294.

Kahneman, D., & Tversky, A. (1979). Prospect Theory: An Analysis of Decision under Risk. Econometrica, 47(2), 263-292.

Kahneman, D., & Tversky, A. (1986). Rational choice and the framing of decisions. Journal of business, 59(4), 251-278.

Koseoglu, M. A. (2016). Growth and structure of authorship and co-authorship network in the strategic management realm: Evidence from the Strategic Management Journal. BRQ Business Research Quarterly, 19(3), 153-170.

Kuhn, T. (1962). The structure of scientific revolutions. Chicago: Univ. Press, Chicago.

Lotka, A. J. (1926). The frequency distribution of scientific productivity. Journal of the Washington academy of sciences, 16(12), 317-323.

Simon, H. A. (1957). Models of man; social and rational. New York: John Wiley & Sons.

Sloan, R. G. (1996). Do stock prices fully reflect information in accruals and cash flows about future earnings?. Accounting review, 289-315.

Spinak, E. (1996). Diccionario enciclopédico de bibliometría, cienciometría e informática. Unesco.

Tague-Sutcliffe, J. (1992). An introduction to informetrics. Information processing & management, 28(1), 1-3.

Tversky, A., & Kahneman, D. (1974). Judgment under uncertainty: Heuristics and biases. science, 185(4157), 1124-1131.

Quoniam, L. (1996). Les productions scientifiques en bibliométrie et dossier de travaux. 1996. 185 f. Habilitação para dirigir pesquisas em Sciences de l'Information et de la Communication). Université Aix-Marseille III, Aix-En-Provence, França.

Zipf, G. K. (1949). Human behavior and the principle of least effort. (Addison–Wesley, Cambridge, MA).




DOI: http://dx.doi.org/10.18227/2237-8057rarr.v10i0.5823

Revista de Administração de Roraima -RARR
Roraima Management Review -RMR
e-ISSN: 2237-8057 | DOI: 10.18227/2237-8057rarr
Centro de Ciências Administrativas e Econômicas
Departamento de Administração
Universidade Federal de Roraima
Boa Vista - Roraima - Brasil

Telefone:+55 (95)3621-3149
Email:rarr.ufrr@gmail.com
Endereço:Av. Cap. Ene Garcez, 2413, bloco II, sala 243
Bairro Aeroporto, Campus Paricarana - UFRR
Cep:69310-000
Revista sob
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.
Bookmark and Share