A PRODUÇÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA SOBRE ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA NO PERÍODO DE 2007 A 2017

Sandra Mara Stocker Lago, Cibely Delabeneta

Resumo


O estudo objetivou analisar a produção científica brasileira sobre energia solar fotovoltaica no período de 2007 a 2017. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica e foram analisados teses e dissertações publicados no Catálogo de teses e dissertações da Capes; e na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Também foram analisadas as publicações em periódicos nacionais classificados pelo sistema de avaliação Qualis Capes 2017 nos estratos de classificação A1 à B4. Ao todo foram selecionados 35 trabalhos. Analisou-se individualmente os principais aspectos de cada pesquisa, evidenciando e discutindo as similaridades e/ou divergências nos resultados. As pesquisas exploraram principalmente a viabilidade técnica financeira e/ou econômica da aplicação de sistemas fotovoltaicos, bem como os mecanismos de incentivos, aspectos jurídicos e ambientais. Embora a maioria dos projetos apresentassem viabilidade técnica, no entanto, no aspecto financeiro e/ou econômico, muitos demonstraram ser inviáveis devido aos elevados custos dos equipamentos.

Palavras-chave


sustentabilidade; energia renovável; fotovoltaica; energia solar; geração de energia.

Texto completo:

PDF

Referências


Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL. (2016). Micro e Minigeração distribuída: sistema de compensação de energia elétrica. Recuperado em 18 março, 2018, de

http://www.aneel.gov.br/documents/656877/14913578/Caderno+tematico+Micro+e+Minigera%C3%A7%C3%A3o+Distribuida+-+2+edicao/716e8bb2-83b8-48e9-b4c8-a66d7f655161

Akuru, U. B., Onukwube, I. E., Okoro, O. I., & Obe, E. S. (2017). Towards 100% renewable energy in Nigeria. Renewable and Sustainable Energy Reviews, 71, 943–953. Recuperado em 10 outubro, 2017, de

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1364032116311716

Amaral, R. C. do. (2016). Impacto técnico e econômico da energia solar fotovoltaica em prédios públicos através da geração distribuída. Dissertação de mestrado, Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS, Brasil.

Arruda, M. F. de. (2015). Desempenho técnico-financeiro de sistema híbrido eólico-solar aplicado ao bombeamento de água. Dissertação de mestrado, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil.

Aye, C. G., & Edoja, P. E. (2017). Effect of economic growth on CO2 emission in developing countries: Evidence from a dynamic panel threshold model. Cogent Economics & Finance, (5) 1-22. Recuperado em 18 outubro, 2017, de

http://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/23322039.2017.1379239

Baracco, R. P. (2015). Análise técnica e financeira de usina híbrida eólica-fotovoltaica. Dissertação de mestrado, Universidade Federal do ABC, Santo André, SP, Brasil.

Barbosa, D. A. (2016). Análise energética e financeira de um dispositivo de seguimento solar para a geração fotovoltaica. Dissertação de mestrado, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil.

Baumgarten, C., Bordin, G., & Ferreira, G. D. (2017). Impacto de pequenas fontes solares sobre o faturamento de distribuidoras de energia elétrica. Revista Brasileira de Energia, 23 (2), 33-45. Recuperado em 15 dezembro, 2017, de

http://new.sbpe.org.br/artigo/impacto-de-pequenas-fontes-solares-sobre-o-faturamento-de-distribuidoras-de-energia-eletrica/

Boff, S. O., & Boff, V. A. (2017). Inovação tecnológica em energias renováveis no Brasil como imperativo da solidariedade intergeracional. Revista Direito Econômico Socioambiental, 8 (2) 282-302. Recuperado em 8 outubro, 2017, de

https://periodicos.pucpr.br/index.php/direitoeconomico/article/view/16442

Borges, F. Q., Chotoe, J. R., & Varela, L. B. (2014). Administração energética e análise tendencial de custos econômicos de fontes de geração no Brasil. Revista de Administração da UNIMEP, 12 (3), 100-121. Recuperado em 14 dezembro, 2017, de

http://www.raunimep.com.br/ojs/index.php/regen/article/view/628/583

Brandalise, L. T.; Bertolini, G, R, F.; Hoss, O.; Rojo, C. A. (2017) Educação e gestão ambiental: sustentabilidade em ambientes competitivos. Cascavel, Paraná: Ed. DRHS, 2. ed.

Carli, R. L. de. (2016). Análise de viabilidade econômica para a implantação de um sistema fotovoltaico em uma célula urbana rural. Dissertação de mestrado, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Cascavel, PR, Brasil.

Carvalho, R. D. (2016). Aspectos econômicos e ambientais em sistemas de abastecimento de água usando energia solar fotovoltaica e captação subterrânea. Dissertação de mestrado, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil.

Carvalho, F. I. A. de. (2014). Uma avaliação de viabilidade financeira no uso da energia solar fotovoltaica apoiada pela Resolução ANEEL 482/2012 sobre geração distribuída no setor elétrico do Brasil. Dissertação de mestrado, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil.

Conforto, E. C., Amaral, D. C., Silva, S. L. da. (2011). Roteiro para revisão bibliográfica sistemática: aplicação no desenvolvimento de produtos e gerenciamento de projetos. 8º Congresso brasileiro de gestão e desenvolvimento de produto – CBGDP, Porto Alegre, RS, Brasil. Recuperado em 05 fevereiro, 2018, de

http://vision.ime.usp.br/~acmt/conforto.pdf

Costa, C. R. de S. (2016). Análise de viabilidade do uso de energias renováveis na produção de aves. Dissertação de mestrado, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais, Bambuí, MG, Brasil.

Cunha, O. de S., Junior. (2016). Avaliação de viabilidade de microgeração de energia solar fotovoltaica na cidade do Rio de Janeiro com emprego de opções reais. Dissertação de mestrado, Universidade do Grande Rio “Prof. José de Souza Herdy”, Rio de Janeiro, RJ. Brasil.

Delgado, D. B. de M. (2015). Otimização econômica e ambiental de um sistema de poligeração incluindo energia solar fotovoltaica e biomassa: Estudo de caso em um hospital paraibano. Dissertação de mestrado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB, Brasil.

Empresa de pesquisa energética – EPE. (2016). Plano nacional de energia 2050. Recuperado em 18 março, 2018, de

http://www.epe.gov.br/pt/publicacoes-dados-abertos/publicacoes/Plano-Nacional-de-Energia-2050

França, V. C. L. (2016). Inserção da energia fotovoltaica no Brasil: Uma avaliação de incentivos. Dissertação de mestrado, Universidade de Brasília, Brasília, DF, Brasil.

Gonçalves, F. A. V. dos S. (2013). Avaliação técnica e econômica da implantação de sistemas fotovoltaicos no Aeroporto Internacional de Belém. Dissertação de mestrado, Universidade Federal do Pará, Belém, PA, Brasil.

Hobmeir, L., Trindade, E. M. (2015). Ferramenta para estudo da viabilidade econômica de implantação de painéis fotovoltaicos em indústrias. Administração de empresas em revista, 14 (15), 1-19. Recuperado em 16 dezembro, 2017, de

http://revista.unicuritiba.edu.br/index.php/admrevista/article/view/1171/839

International Energy Agency (2017). Statistic 2017. Recuperado em 06 fevereiro, 2018, de

https://www.iea.org/publications/freepublications/publication/CO2EmissionsFromFuelCombustion2017Overview.pdf

Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. (2017). Atlas brasileiro de energia solar. Recuperado em 18 de março, 2018, de

http://labren.ccst.inpe.br/atlas_2017.html

Kabir, E., Kumar, P., Kumar, S., Adelodun, A. A., & Kim, K. (2018). Solar energy: Potential and future prospects. Renewable and Sustainable Energy Reviews, 82(1), 894–900. Recuperado em 10 outubro, 2017, de

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1364032117313485

Koengkan, M. (2017). Do fiscal incentive policies impact the installed capacity of renewable energy? Na empirical evidence from Latin American countries. Revista de Estudos Sociais, 1-25. Recuperado em 16 dezembro, 2017, de

http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/res/article/view/5071/pdf

Lardizabal, C. C., Rosales, I., Pasqual, J. C., Herrera, G., Mejia, S., & Cancino, M. A. (2014). Desenvolvimento de energias renováveis: comparativo dos cenários e das perspectivas de políticas públicas para alguns países da América Latina. Desenvolvimento e Meio Ambiente, 30, 11-30. Recuperado em 6 outubro, 2017, de

http://revistas.ufpr.br/made/article/view/34221/22866

Lopes, A. L. M., & Fracolli, L. A. (2008). Revisão sistemática de literatura e metassíntese qualitativa: considerações sobre sua aplicação na pesquisa em enfermagem. Texto & Contexto Enfermagem, 17(4). Recuperado em 07 julho, 2017, de http://www.redalyc.org/pdf/714/71411240019.pdf.

Martins, T. C., & Serra, J. C. V. (2013). Ecoeficiência energética no Campus de Palmas da UFT. Revista Brasileira de Energia, 19 (2), 155-171. Recuperado em 13 dezembro, 2017, de

http://new.sbpe.org.br/artigo/ecoeficiencia-energetica-no-campus-de-palmas-da-uft/

Mazzuoli, V. O. & Teixeira, G. F. M. (2013). O direito internacional do meio ambiente e o greening da Convenção Americana sobre direitos humanos. Anuário mexicano de Derecho Internacional, 13, 145-203.

Nascimento, A. de S. (2015). Energia solar fotovoltaica: estudo e viabilidade no nordeste brasileiro. Dissertação de mestrado, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, PB, Brasil.

Nascimento, E. P. (2012). Trajetória da sustentabilidade: do ambiental ao social, do social ao econômico. Estudos avançados, 26(74), 51-64. Recuperado em 05 fevereiro, 2018, de

http://www.scielo.br/pdf/ea/v26n74/a05v26n74.pdf

Nascimento, L. A. B. do. (2011). Análise energética na avicultura de corte: estudo de viabilidade econômica para um sistema de geração de energia elétrica eólico-fotovoltaico conectado à rede. Dissertação de mestrado, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, PR, Brasil.

Oliveira Silva, R. de, Estender, A. C., & Barbosa, L. (2016). Transição do sistema elétrico tradicional para a implantação do sistema fotovoltaico: percepção dos funcionários. Revista de Administração de Roraima, 6 (1), 224-244. Recuperado em 14 dezembro, 2017, de

https://revista.ufrr.br/adminrr/article/view/2727/pdf

Oliveira, R. D., Vieira , J. C. de M. Junior. (2011). Análise econômica da geração fotovoltaica de energia elétrica no município de São Carlos (SP). Revista Brasileira de Energia, 17 (2), 157-174. Recuperado em 13 dezembro, 2017, de

http://new.sbpe.org.br/artigo/analise-economica-da-geracao-fotovoltaica-de-energia-eletrica-no-municipio-de-sao-carlos-sp//ww.nals.uchicago.edu/doi/full/10.1086/692507

Organização das Nações Unidas – ONU. (1972). Declaration of the United Nations Conference on the Human Environment – 1972. Recuperado em 31 janeiro, 2018, de

https://www.apambiente.pt/_zdata/Politicas/DesenvolvimentoSustentavel/1972_Declaracao_Estocolmo.pdf

Ortiz, E. R. T. (2014). Sistemas fotovoltaicos e eólicos: Metodologia para análise da complementaridade espacial-temporal com aplicação no dimensionamento e análise de risco financeiro. Tese de doutorado, Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Pereira Silva, F. V. P., Feitosa, H. O., Pereira, C. F., Silva, J. A. S., & Feitosa, E. O. (2017). Potencial de energia solar para irrigação no município de Barbalha-CE. Energia na agricultura, 32 (1), 57-64. Recuperado em 13 dezembro, 2017, de

http://revistas.fca.unesp.br/index.php/energia/article/view/2216/pdf

Pinheiro, D., Neto. (2017). Processo de otimização aplicada à análise de risco de investimento em geração de energia elétrica com fontes renováveis. Tese de doutorado, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO, Brasil.

Rocha, W. F., Junior, Shikida, P. F. A., Souza, S. N. M. de, & Zanella, M. G. (2013). O ambiente institucional e políticas públicas para o biogás proveniente da suinocultura. Revista Tecnologia e Sociedade, 1, 72-82. Recuperado em 6 outubro, 2017, de

https://periodicos.utfpr.edu.br/rts/article/view/2606

Rodrigues, J. M. (2015). Arranjos técnicos e análise de viabilidade econômica para subsidiar a decisão de instalar geradores de energia elétrica fotovoltaica sobre telhados. Dissertação de mestrado, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás, Goiânia, GO, Brasil.

Ruiz, J. M. A. (2016). Aspectos técnicos, econômicos e ambientais da implementação de energia eólica e solar fotovoltaica em edifícios. Dissertação de mestrado, Universidade Estadual Paulista, Guaratinguetá, SP, Brasil.

Santos, A. H. C. dos. (2015). Avaliação técnica e financeira da geração fotovoltaica integrada à fachada de edifícios de escritórios corporativos da cidade de São Paulo. Tese de doutorado, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Silva, W. C. de M. (2017). Impactos da inserção da microgeração no equilíbrio econômico financeiro dos contratos de concessão de distribuição de energia elétrica. Dissertação de mestrado, Universidade Federal do Maranhão, São Luís, MA, Brasil.

Silva, G. L. da, Oliveira, M. S. de, Silva, R. M. da, & Silva, N. L. da. (2016). Análise de viabilidade econômica entre o uso de energia em Grid e a energia solar no sertão paraibano. Energia na agricultura, 31 (1), 89-96. Recuperado em 13 dezembro, 2017, de

http://revistas.fca.unesp.br/index.php/energia/article/view/2075/pdf_82

Teixeira, A. C., Coriolano, A. C. F., & Rocha, A. V. (2016). Viability analysis of a grid-connected photovoltaic system in IFRN, Campus João Camara. Revista Holos, 32 (1) 285-294. Recuperado em 13 dezembro, 2017, de

http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/3783/1392

Teles, P. M. C., Filho. (2015). Estudos da viabilidade econômica da micro e minigeração fotovoltaica à luz da Resolução Normativa nº 482 da ANEEL. Dissertação de mestrado, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil.

Tiago, G. L., Filho, & Rosa, C. A. (2013). Análise da capacidade de amortização dos passivos energéticos e ambientais dos painéis fotovoltaicos. Revista Brasileira de Energia, 19 (1), 171-194. Recuperado em 15 dezembro, 2017, de

http://new.sbpe.org.br/artigo/analise-da-capacidade-de-amortizacao-dos-passivos-energeticos-e-ambientais-dos-paineis-fotovoltaicos/

Varella, F. K. O. M., Cavaliero, C. K. N., & Silva, E. P. (2012). Regulatory incentives to promote the use of photovoltaic systems in Brazil. Revista Holos, 28 (3) 15-29. Recuperado em 14 dezembro, 2017, de

http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/883/552

Varella, F. K. O. M., Cavaliero, C. K. N., & Silva, E. P. (2011). Sistemas fotovoltaicos no Brasil: estimativa do índice de nacionalização. Revista Brasileira de Energia, 17 (2), 193-216. Recuperado em 15 dezembro, 2017, de

http://new.sbpe.org.br/artigo/sistemas-fotovoltaicos-no-brasil-estimativa-indice-de-nacionalizacao/

Vilela, I. N. R., & Silva, E. P. (2017). A geração compartilhada de energia: uma análise dos modelos e o papel da concessionária. Revista Brasileira de Energia, 23 (1), 24-36. Recuperado em 15 dezembro, 2017, de

http://new.sbpe.org.br/artigo/a-geracao-compartilhada-de-energia-uma-analise-dos-modelos-e-o-papel-da-concessionaria/

Vidadili, N., Suleymanov, E., Bulut, C., & Mahmudlu, C. (2017). Transition to renewable energy and sustainable energy development in Azerbaijan. Renewable and Sustainable Energy Reviews 80, 1153–1161. Recuperado em 8 outubro, 2017, de

https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1364032117308043




DOI: http://dx.doi.org/10.18227/2237-8057rarr.v8i2.5093

Revista de Administração de Roraima -RARR
Roraima Management Review -RMR
e-ISSN: 2237-8057 | DOI: 10.18227/2237-8057rarr
Centro de Ciências Administrativas e Econômicas
Departamento de Administração
Universidade Federal de Roraima
Boa Vista - Roraima - Brasil

Telefone:+55 (95)3621-3149
Email:rarr.ufrr@gmail.com
Endereço:Av. Cap. Ene Garcez, 2413, bloco II, sala 243
Bairro Aeroporto, Campus Paricarana - UFRR
Cep:69310-000
Revista sob
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.
Bookmark and Share