DETERMINAÇÃO DA TAXA DE CRESCIMENTO DAS COTAÇÕES DO VOLUME DE CRÉDITO DE CARBONO PRATICADO NO BRASIL

marines rute oliveira, Gerson Henrique Silva

Resumo


O meio ambiente, assim como a proteção aos bens ambientais, pode ser visto como um direito fundamental, uma vez que se refere diretamente à dignidade humana. Onde a valoração dos serviços ecológicos é utilizada como uma das formas de se produzir essa relação. Neste contexto, o objetivo desse estudo foi realizar uma análise da flutuação do mercado de crédito de carbono no período de 2011 a 2013 no Brasil, observando a eficácia da utilização de instrumentos econômicos no âmbito de questões ambientais. Para atender tais objetivos, foi utilizada como metodologia o método econométrico de determinação da taxa média de crescimento por meio de regressão linear, tendo como dados as cotações do mercado de crédito de carbono praticado pela BM&F , sendo esses valores corrigidos pelo IGP-DI da Fundação Getúlio Vargas em valores constantes de julho de 2013 e posteriormente transformados em função logarítmica. Os resultados revelam que o comportamento do mercado de carbono para o contexto do Brasil apresentou tendência de crescimento a uma taxa de 13,4% ao ano. O que indica que há possibilidade de utilização de instrumentos econômicos para obtenção de ganhos financeiros aliados à conservação ambiental, através da aplicação de Pagamento de Serviço Ambiental. O coeficiente de determinação foi de 73% o que demonstra que o comportamento do preço está sendo influenciado pela variação no tempo. Conclui-se que o mercado de carbono brasileiro pode gerar a possibilidade de ganhos financeiros aliados à conservação ambiental apresentando grande potencial.

Palavras-chave


Pagamento por Serviços Ambientais; Mercado de Credito de Carbono; Taxa de Crescimento; Regressão Linear

Texto completo:

PDF

Referências


AMAZONAS. Lei n 3135/2007. Institui a Política Estadual sobre Mudanças Climáticas, Conservação Ambiental e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas, e estabelece outras providências. Data da Publicação no D.O.E.: 05/06/2007. Disponível em: http://www.jusbrasil.com.br/topicos/18678526/lei-n-3135-de-21-de-dezembro-de-2007-do-municipio-de-umuarama. Acesso em: 05/09/2013.

ARAUJO, A.C.P. Como comercializar créditos de carbono. Editora Universitária Trevisan, 7 ed. São Paulo,2010.

BENJAMIN, A.H. Constitucionalização do meio ambiente e ecologização da constituição brasileira. São Paulo: Saraiva, 2007.

BRASIL. Lei Florestal n 12.651/2012. Data da publicação: 25.05.2012.

CEBDS-Conselho Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável. Decisões do Protocolo de Quioto em Vigor (MDL). Relatório da Câmara Tecnica de Mudanças Climáticas do CEBDS. Disponível em:HTTP://www.cebds.org.br/cebds/pub-docs/pub-mc-mdl.pdf. Acesso em 02/08/2013.

CHANG, M. Sequestro de Carbono Florestal: oportunidades e riscos para o Brasil. Revista Paranaense de Desenvolvimento. Curitiba, n.102, p.85-101, jan/jun.2002.

COSTA NETO, N.D.C. Proteção jurídica do meio ambiente- I Florestas. Belo Horizonte: Del Rey, 2003.

HOFFMANN, R.; SERRANO, O.; NEVES, E.M.; THAME, A.C.M.; ENGLER, J.J.C. Administração da Empresa Agrícola. São Paulo: Pioneira, 1987.

IRIGARAY, C. T. J. H. Pagamento por serviços ecológicos e o emprego de REDD na Amazônia. Revista Direito e Mudanças Climáticas:Serviços Ecológicos. São Paulo, v. 3 p. 09-38, 2010.

NUSDEO, A.M.O. Pagamento por serviços ambientais: sustentabilidade e disciplina jurídica. São Paulo: Atlas, 2012.

PARANÁ. Lei n 17.134/2012. Institui o Pagamento por Serviços Ambientais, em especial os prestados pela Conservação da Biodiversidade, integrante do Programa Bioclima Paraná, bem

Como dispõe sobre o Biocrédito. Data da Publicação no D.O.: 25/04/2012. Disponível em: http://www.rcambiental.com.br/Atos/ver/LEI-PR-17134-2012. Acesso em: 05/09/2013.

SILVA, L.A.M. MOURA, J.M. FERNANDES, A.T. Crédito de Carbono: reflexões ambientais e econômicas para o mercado brasileiro. III Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental. Goiania, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.18227/2237-8057rarr.v6i2.2722

Revista de Administração de Roraima -RARR
Roraima Management Review -RMR
e-ISSN: 2237-8057 | DOI: 10.18227/2237-8057rarr
Centro de Ciências Administrativas e Econômicas
Departamento de Administração
Universidade Federal de Roraima
Boa Vista - Roraima - Brasil

Telefone:+55 (95)3621-3149
Email:rarr.ufrr@gmail.com
Endereço:Av. Cap. Ene Garcez, 2413, bloco II, sala 243
Bairro Aeroporto, Campus Paricarana - UFRR
Cep:69310-000
Revista sob
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.
Bookmark and Share