CARTOGRAFIA DAS HIDROESTRATÉGIAS NA AMAZÔNIA BRASILEIRA

Luís Augusto Pereira Lima, Ricardo Gilson da Costa Silva

Resumo


Propomos uma reflexão inicial referente aos grandes projetos hidroelétricos na Amazônia brasileira, cujo argumentação problematiza o significado da região vista como uma potencialidade energética. Nessa perspectiva, a leitura cartográfica opera pelo viés da espacialidade, em que se articulam as dimensões territoriais para uso do capital, enquanto que as práticas e saberes sociais são “removidas” dos lugares. Ao considerar as transformações na região pretende-se evidenciar os balizadores sobre a recodificação que vêm a subsidiar as argumentações legais para a construção de hidroelétricas na Amazônia. Como procedimento metodológico, utilizou-se pesquisas bibliográficas, trabalho de campo e sistematização cartográfica. Como síntese, apresenta-se dois mapas que indicam os balizadores da geografia das hidroelétricas, qualificado como cartografia das hidroestratégias.

Palavras-chave


Amazônia; Hidroestratégias; Cartografia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5654/acta.v12i28.4510




INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

Geoscience e-Journals

Previous

Random

Next

List

ACTA GEOGRÁFICA
Revista do Curso de Geografia
Universidade Federal de Roraima (UFRR)
Telefone: +55 (95)3621-3162
E-mail: artgeo@uol.com.br
Boa Vista - Roraima - Brasil

Revista sob Licença Creative Commons