DIFICULDADES NA APRENDIZAGEM: A LÍNGUA ESCRITA E SEUS DESAFIOS NUMA ESCOLA PÚBLICA CEARENCE.

REGINA LÚCIA DE SOUSA, RAIMUNDA DE JESUS DA SILVA

Resumo


Este artigo tem por objetivo analisar a efetivação do
processo de leitura e escrita em alunos do 5º ano do ensino
fundamental, procurando identificar as principais dificuldades
enfrentadas por professores e alunos nesse processo e as
prováveis causas das mesmas. Na realização deste estudo de
cunho qualitativo utilizou-se a pesquisa bibliográfica e de campo.
Fundamentando as discussões aqui apresentadas, foram
consultados autores como: Soares (1986); Ferreiro (1991); Seber
(1995; Solé e Teberosky (2004); Simonetti (2005); Bastos
(2003), dentre outros. A pesquisa de campo aconteceu em uma
escola pública do município de Sobral - Ceará, por meio de um
questionário aplicado aos professores, de um grupo focal
formado por alunos identificados pelos professores como
possuidores de dificuldades em leitura e escrita e de uma análise
da escrita dos alunos. Os dados obtidos demonstram que a
escola tem uma organização voltada para o processo de
alfabetização, no entanto deixa muito a desejar na concepção de
letramento e formação plena, pois percebe-se por parte dos
professores um transferência de responsabilidades no que se
refere à dificuldade de aprendizagem. Constatou-se ainda uma
forte cobrança em relação ao erro cometido pelos alunos e
inadequação na forma de correção da escrita dos alunos,
constituindo-se como interferência negativa na aprendizagem
dessas crianças.

Texto completo: PDF



Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

SEER periodicos latindex   webqualis
Editora
Cabeçalho da página  
Revista de Ciências Humanas da Universidade Federal de Roraima
Centro de Ciências Humanas
Boa Vista - Roraima - Brasil